O MUNDO E AS DIMENSÕES



                Salve Deus!
                Nossa idéia  de mundo, do existir é baseado em nossas experiências humanas as quais, são moldadas segundo o meio social que  vivemos e  as   tradições que nos foram passadas por nossos ancestrais.
Mas essa realidade palpável pode não ser a única que existe, o mundo dos micróbios e só foi provado à poucos séculos. Embora existiam, não podia provar sua existência. A interação da comunicação humana é a chave, a alavanca que impulsiona a humanidade em busca dos processos evolutivos tecnológicos e culturais.
 A troca dessas informações, a medida que vão se aprimorando tem tornado cada vez menor a distancia entre os  povos ,provocando uma miscigenação de conhecimentos e costumes.
Mas falamos de um mundo físico estratificado com todas as suas formas sólidas e concretas, mas isto não quer dizer que não haja outras dimensões ou planos sutis, com formas de vidas que coexistem harmonicamente entre si.
Para uma compreensão maior  e consequente divagação, tomemos como instrumento de comunicação e ligação entre os diversos planos o corpo humano. De sua forma mais conhecida o ser humano se comunica através de vários tipos de linguagem entre elas a mais comum é a fala(som) e também de sinais e a escrita. Esta ultima ,assim como a linguagem; varia segundo a região do planeta em que cada povo estabeleceu sua habitação e suas comunidades.
E o homem sempre buscando evoluir, buscou também ampliar o campo de sua comunicação e nisto , a eletrônica expandiu tornando nosso globo integrado através da comunicação .Um fato que acontece em qualquer lugar do planeta é instantaneamente conhecido nos quatro cantos da Terra.
O conhecimento humano permitiu modificar os elementos naturais e segundo sua conveniência e necessidade ampliou-se ainda mais seu universo. Mas mesmo assim, as dúvidas quanto ao existencialismo e pós existir perduram na mente do ser humano.
Tão antigo quanto o ser humano, o sentimento , ou atividade religiosa, tem levado o homem nesta busca incessante de suas origens. Não obstante a indagação e informação da biologia quanto nossos primeiros sinais de vida como Ácido ribonucleico, formando  as formas ameboides e chegando  ao seu produto final, o corpo humano, essa máquina perfeita onde átomos dão origem a milhares de células que ordenadamente  funcionam numa interatividade perfeita. Continuando  nesse pensamento somos unidades biológicas que não funcionam sem sua unidade motora que é o cérebro , um receptáculo complexo de neurônios que em suas sinapses transformam em ação algo intocável e abstrato que é o pensamento humano.
Na mesma linha de pensamento, o homem para interagir usa de seus cinco sentidos para perceber, entender, decodificar tudo ao seu redor. Portanto, o homem recebe do ambiente que vive as sensações ou informações que lhe dá a supremacia do planeta terra. Mas mesmo assim, continuam ainda suas dúvidas quanto ao pós-existir e de certa forma esse conhecimento de sua finitude, o angustia ,comprometendo seu bem estar e dos seus.
A religião ou seu produto, a religiosidade, é a forma que o homem encontrou para suprir essa necessidade. Tão antigo quanto o ser humano, a mediunidade, também conhecido como dons vem dando ao homem a oportunidade de partilhar informações quanto a este mundo invisível ou dimensões que vamos descobrindo e aceitando em nosso dia a dia.
As formas usadas para esse partilhar ou interação de seres que habitam essas  dimensões  tem que primeiro passar pela aceitação dos seres humanos. Muito embora, hajam seres nos mais variados graus evolutivos e alguns deles não se preocupam na cautela dessa comunicação o principio da energia e sua forma de ligação obedece a lei universal que rege força e energia , então chegamos a conclusão que tudo é energia.
A mediunidade então é uma forma de energia que é emitida pelos seres humanos através de seus canais energéticos ou chacras e plexos. Eles situam em vários locais no individuo e segundo a natureza ou missão do ser humano eles são ativados ou movimentados.
Quando falamos em missão temos que considerar que só é dado a cumprir uma missão a alguém que já existe ou pré-existe em outro local, isto pode ser um mundo ou dimensão e está situado extra terra. Para aqui chegar é necessário passar por uma modificação estrutural ou molecular. Portanto esta energia sob a forma de individualidade é racional, um ser ,uma individualidade com uma organização social definida com outras individualidades e estas podem ser sua família real ou espiritual. Este ser tem consciência que irá passar por uma transformação, irá ocupar outro corpo com uma estrutura orgânica  e terá que “cumprir” com um planejamento que ele mesmo escolheu, mas que ao ser “inserido”, terá que agregar suas experiências acumuladas nas muitas outras vidas em mais uma trajetória escolhida por ele.
O mais difícil ou complicado é que terá que fazê-lo sem saber ou lembrar se de  suas experiências dessas outras vidas e isso chamamos de reencarnar, ou seja, entrar, morar, várias vezes no corpo humano.
Para completar essa condição a condição de reencarnar processa de várias maneiras ou necessidades e entre elas estão nas seguintes causas:
Resgate de dividas contraídas com um individuo ou com um grupo de pessoas e nessa situação essas dividas foram contraídas quando este ser ocupa um posto de comando ou liderança.
Reencarnar na condição de educar, orientar socialmente ou espiritualmente um povo, essa situação é  redentorista e influi grandiosamente no processo evolutivo daquele espirito. Nessa situação ele é o missionário. Mas mesmo assim , as adversidades são muitas e há o risco desse espirito falhar em sua missão. Quando aqui esse espirito chega lhe é dado as condições mediúnicas necessárias para a execução de  sua missão. Para isto ele deve se integrar as diversas formas da utilização de sua mediunidade ou dons.
Normalmente as famílias espirituais se juntam em correntes ou grupos mediúnicos no que lhes são facilitados os meios técnicos mediúnicos para essa ação.
Os jaguares tem uma trajetória longa neste planeta, estão há 32000 anos numa proposta de evoluir os habitantes deste terceiro plano. São originários de um planeta chamado Capela, é um corpo celeste imenso que a Clarividente o chamou de “Planeta monstro” por seu tamanho.
Para tentarmos clarear ou entender a trajetória de Neiva Chavez Zelaya, é necessário voltar no tempo e percorrer os corredores de antigos palácios e regiões místicas,e  entre elas podemos começar com o Egito na figura de uma grande rainha filha de Ptolomeu. Depois a encontramos sobre um tripé na Grécia antiga profetizando sob a queima de folhas de eucalipto.
Também fora Natachan uma cigana e na cachoeira do Jaguar junto com outros grandes missionários como Pai João e Pai Zé Pedro se empenham na implantação de um novo tipo de mediunidade, a qual seria atualizada ,adaptada para a passagem do terceiro milênio : “O Doutrinador”.
Nascida em Propriá estado de Sergipe , criada por família católica, Neiva fica viúva muito jovem e aos trinta e três anos de idade, começa a ver e ouvir espíritos. Inicialmente classificada como louca, começa a ser assistida por Mãe Nenem , partem para uma localidade entre Alexânia e Brasília e formam a UESB, União Espiritualista Seta Branca. Nesta época através de sua clarividência é  assistidas por individualidades que diziam pertencer a Capela. Mostram a Neiva outras dimensões. Em seus veículos interestelares percorrem vários planos, mostram a Terra vista do espaço e confirmam a missão de Neiva no auxilio a cura física e espiritual através de rituais específicos e então aos arredores de Planaltina criam todo um aparato arquitetônico, onde agrupado a rituais que contem preces , cânticos, mantrans, indumentárias multicoloridas nasce o Vale do Amanhecer e sua doutrina.
                Orientada por outro espirito veterano que vivera aos arredores do Peru e Bolivia nos anos de mil e quinhentos, fora franciscano e sob a égide da bandeira rósea de jesus, o cacique da lança Branca ao lado de Humahã, um monge que vivera no Mosteiro de Lhasa no Tibet, transformam as forças mediúnicas ou espirituais em força cabalística. Criam ambientes específicos para a transformação dessas forças e entre eles A Estrela candente, um poderoso conjunto arquitetônico em forma de estrela.
A energia é algo ainda muito obscuro a luz de nossa ciência , estamos engatinhando no processo de utilizar todos os seus recursos. Os seres que nos auxiliam nessa doutrina dispõe de uma tecnologia muitíssimo superior a nossa. Utilizam recursos de desintegração da matéria e a reorganizam em vários outros planos segundo a sua compatibilidade energética. A elevação de espíritos sofredores é uma clássica demonstração desses recursos tecnológicos.
A centelha divina ou charme é a  mais poderosa fonte de energia desse universo. É o que dá vida aos seres. É colocada no feto humano apartir do terceiro mês de gestação e sua interrupção se faz quando o espirito cumpre sua jornada cármica neste plano. Essa centelha não só alimenta , energiza o corpo, fazendo uma analogia até um pouco pobre, é como se fosse DNA humano. Ao encarnar nessa célula de energia, está contido todas as informações a nível da personalidade assumida por aquele espirito no sono cultural. A centelha extra etérica é livre , não se prende aos desejos humanos , quando o corpo recolhe se no sono terreno, ela se desprende voltando a sua origem para a verificação da programação estabelecida .
A jornada cármica ou carma é um compromisso assumido pelo espirito para ressarcimento de sua dividas . Uma vez assumido esse compromisso, não há como o espirito fugir de seu compromisso, pode se atenuar esse impacto  através do trabalho mediúnico, pois os bônus adquiridos são usados na atenuação dessa cobrança. Como vimos acima , tudo é energia e concomitante com a utilização do ectoplasma , que é o combustível que proporciona a modificação da composição estrutural dos corpos de seres que necessitam de evolução,agindo diretamente na roupagem espiritual ou peri-espirito  e também iluminado ou clareando a mente espiritual de sofredores , permitindo até a recuperação da visão desses seres.
O Sol não consegue iluminar determinados campos ou dimensões, suas partículas ou ions de força  não atravessam determinadas barreira energéticas que envolve alguma dimensões, onde os seres que se encontram no baixo padrão vibratório relacionam-se entre si. Também é sabido que várias das condições da estrutura corpórea dos sofredores reagem a sua consciência , ou seja , da maneira que esse ser vê, enxerga sua condição. Na relação de tempo e espaço, que nos planos espirituais e até mesmo fora de nosso ambiente terreno não existe, o espirito vagueia , já agora segundo nossa cronologia, por vários séculos sem perceber de sua real condição. Novamente a energia ectoplasmatica é o alimento para esses seres, e serve como moeda de troca entre´eles.
Até agora falamos em energias e suas formas de manipulação, mas existe o principio Divino, a divindade . E ao entrarmos num principio doutrinário ou religioso a razão maior é venerar,cultuar, alcançar a divindade. E isso só é possível através de nossa  divinização . Mas o que é divinizar-se, como acontece esse processo.
Tecnologia superior não é sinônimo de divinização, um povo pode ser culturalmente avançado sem no entanto, ser sábio. Sabedoria e cultura dois princípios que andam juntos porém, com definições completamente diferentes. Cultura é adquirida através dos canais clássicos de nossas escolas. Já a sabedoria é nato está arraigado ao espirito,por si só, consegue encontrar seu caminho e as soluções pertinentes ao existir.
No Vale das Sombras, cientistas se aglomeram em suas universidades na busca de soluções para driblar o principio normal da encarnação. São seres extremamente inteligentes ,em seus laboratórios manipulam o genoma humano, encontrando uma forma de não utilizar a centelha divina para animar a estrutura biologia humana. No núcleo das células, através da engenharia genética implantam elementos modificadores de comportamento e assim, quando o espirito estiver encarnado, suas tendências são sempre voltadas para a formação de legiões de seguidores de suas idéias sombrias. A Doutrina do Amanhecer através de seus médiuns e suas formas de manipulação de forças cabalísticas  atuam no sentido de mudar a sintonia mental desses espíritos. O trabalho de Trono milenar é um desses aparatos. Médiuns com classificações e mediunidades especificas são intuitivamente direcionados a esse trabalho. Até o posicionamento do mesmo  é diferente dos demais. Estão ao lado do ponto de força central da nave do templo, onde a figura de Pai Seta Branca emite seus raios para todo o recinto. Há castiçal, onde a chama das velas queimam o nêutron facilitando ainda mais  o intercambio de forças. Nesse setor á manipulação ectoplasmática é de vital  importância , quando o médium de incorporação permite ao espirito ali manifestado que fale, esse magnético animal é tratado, propiciando aquela entidade uma melhor visão das situações que ele se encontra. Não é um trabalho de persuasão, mas sim de esclarecimento, onde espíritos milenares, muitas vezes conhecedores da religião ,do teor jurídico, de lideranças tem a oportunidade de rever sua trajetória. E a limpeza técnica realizada pelo doutrinador favorece essa transmutação de forças.
Tudo que falamos até agora é básica e intrinsicamente manipulação de forças, e a energia não é boa ou má, é simplesmente força que depende de seu direcionamento ou manipulação, a forma que se dispõe essa força é que determina sua condição. Nossa doutrina pode ser considerada um grande laboratório, ou melhor ainda uma imensa usina de forças ,onde energias poderosas agregadas as pessoas, indumentárias , cores e recintos arquitetônicos  são condensadas , manipuladas dentro de um principio técnico-doutrinário que não admite senões e falhas...E mais uma vez citamos a importância da Hierarquia e força decrescente nessa ação.

Gilmar
Ad Adelano