TRISTES CONCLUSÕES

REFLEXÃO DOLOROSA II
                Salve Deus!

                “Conhecereis a verdade e ela os libertarás”
                Em um de seus estudos o Trino nos fala de outra frase de Jesus que diz que ”Eu sou a verdade o caminho e a vida, ninguém irá ao Pai senão por mim”. Nessa aplicação ele nos fala que Jesus nos fala que o “EU” é a individualidade o espirito e somente através de sua evolução chegaremos um dia a condição de um espirito de luz.
                Realmente a verdade é uma das situações mais complicadas de atestar como instrumento de verificação e aferição nesse nosso terceiro plano.
Como aplicar essa condição em nossa doutrina, dado que a verdade é também algo relativo e que envolve interpretações sociológicas, pessoais e espirituais.
                Tomemos como base nosso desenvolvimento mediúnico e vamos tentar encontrar respostas para questões complicadas e que podem mudar o rumo ou trajetória da vida de nossos médiuns.
                É tido como verdadeira todas as informações passadas a nossos aspirantes, sua conduta doutrinária, poderá ser de acordo com esses ensinamentos recebidos.
Costumo afirmar o que nos sustenta enquanto uma estrutura segura é a Hierarquia espiritual e física em nosso sistema técnico mediúnico, já que não temos como norma de conduta código explicito de conduta rígida.
                Até meados da década de noventa tínhamos uma unanimidade quanto a direção doutrinária do Amanhecer. Os Trinos Presidentes Triadas consagrados pela Clarividente como autoridade máxima e representatividade legitima de Tia Neiva não era contestada, em 1995 com desencarne do Trino Tumuchy começa uma movimentação silenciosa em ocupar o “lugar deixado pelo Trino”. Com o desencarne do Trino Araken essa situação se acentua de tal forma que todo o processo hierárquico deixado pela Clarividente é desmontado.
                Vivemos hoje uma situação realmente complicada de desmembramento dessa condição hierárquica. Temos entidades jurídicas que querem sobrepor a condição espiritual e para complicar, alguns Adjuntos movidos por forças e ensinamentos que nunca existiram estão se declarando independentes, e me vem à pergunta...independente de que? Essa condição chega a ponto de tentarem reviver ou querer trazer de volta a UESB, que foi na verdade o berço de toda a fundamentação de nossa Doutrina, mas que ao terminar esse movimento e com a chegada da Clarividente em novembro de 1969 aos arredores de Planaltina nasceu o Vale do Amanhecer, que é uma outra etapa, isso se concretizou coma  chegada de forças completamente diferentes que são as forças iniciáticas e Cabala de Nosso Senhor Jesus Cristo.
                E como dizer aos aspirantes que esses ensinamentos que omitem o que foi ensinado e deixado pela clarividente até o desencarne do Trino Araken é o correto, eles têm como verdadeiros e corretos aqueles que estão a sua frente e que fizeram o mesmo juramento diante de Jesus, não há até o presente momento um juramento diferenciado que atende siglas e outros que mergulharam em situações que tentam transformar a doutrina em associações ou coisa parecida.
                Acredito na Doutrina do Amanhecer deixada por Neiva Chaves Zelaya, e seria uma tremenda atitude negativa minha de usar o nome de Tia Neiva para pregar opiniões que fogem a seus ensinamentos. A não ser os dois Trinos Presidentes consagrados por Tia Neiva em harmonia com o que foi deixado por ela podem mudar ou alterar qualquer situação nessa doutrina. Nenhum Adjunto tem essa condição, e se o fizer e atrair para si essa condição, uso as palavras do Trino Ajarã no realinhamento de 2003...”VIRE AS COSTAS PARA ELE”.

                Gilmar
Adjunto Adelano