A DIFICIL ARTE DE FALAR SOBRE DOUTRINA DO AMANHECR

A DIFICIL ARTE DE FALAR SOBRE DOUTRINA DO AMANHECER
                Salve Deus!

                Lembro me que na Casa Grande de Tia Neiva havia um livro em que eram colocados os nomes das pessoas, sempre na quinta feira, para que fosse feito um trabalho por ela na Alta Magia.
                Depois de seu desencarne alguns Mestres se auto qualificaram na condição de saber como se faz , ou entra nessa Alta Magia. Existe um texto de Tia Neiva em que ela menciona que o Mestre Tumuchy estaria já dando os primeiros passos para essa condição.
                Em minha convivência com os Adjuntos veteranos e mesmos os filhos biológicos de Tia Neiva nunca ouvi nenhuma menção sobre ela ter ensinado ou passado tais ensinamentos a quem quer que seja, se passou, foi em completo segredo.
                A Doutrina do Amanhecer é essencialmente cabalística, Tia Neiva até 1985 procurou deixar todos os rituais em perfeito funcionamento, um dos últimos a entrar em funcionamento foi a Estrela de Sublimação. Mas em seus relatos e entre linhas todos os trabalhos vertem para uma só condição que é a cura desobsessiva.
                Em nossas postagens procuro ser fiel aos ensinamentos deixados pela Clarividente e seus representantes legítimos que são os Trinos Presidentes Triadas, muito embora, vez por outra sou contestado e até acusado de ser parcial, no que sinceramente procuro não ser.
Aprendi com meus instrutores uma doutrina que prega a obediência, hierarquia e força decrescente. Tive conversas como Trino Tumuchy,Arakem, Sumanã e com o Trino Ajarã onde procurava inquiri-lo sobre nossas questões doutrinárias por sempre achar que ele tinha e ainda tem muito a nos passar na sua condição de Trino e também como um dos  membros mais antigos desse sistema doutrinário.
                Não posso e nem aconselho a ninguém que por uma razão ou outra não foi atendido por seus gestores doutrinários a mudar seu comportamento, tomar uma outra jornada que não seja aquela que um dia ele no castelo iniciático jurou seguir. È preciso lembrar que nosso compromisso vai além de nossas vontades pessoais, e as vezes temos baixar a cabeça e num gesto que chega  a nos ferir seguir com os compromissos assumidos.
                Em minha caminhada convivi com um número grande de Presidentes Adjuntos, os quais em sua grande maioria tem abnegado de sua vida em função da doutrina. Também não é novidade que alguns desses Mestres tomados por sua visão e interpretação pessoal e por razões que não me competem julgar, não conseguir ser atendido naquele momento por seu Coordenador, mudar de gestor e até de seu compromisso assumido diante de Jesus!
Mas é imperativo compreender que a Doutrina é mais que um Trino e um Adjunto, esse conjunto de leis, rituais, ensinamentos outorgam por razões espirituais a um escolhido por seu Ministro, a conduzir espiritualmente pessoas que precisam de orientação espiritual. O povo não pertence ao homem, mas sim ao Ministro que concedeu aquele Adjunto a primazia de representa-lo.
Nessa representatividade está implícito, como no mundo físico aquelas letrinhas pequeninas, que esse Ministro também está incluso, segue também hierarquia e que ele Ministro, decresce de outras Entidades cuja hierarquia espiritual é maior que a dele. Por conseguinte, seu representante, o Adjunto deve seguir aqui nesse terceiro plano a mesma condição hierárquica.
                Também em minhas caminhadas assisti alguns Presidentes Adjuntos ser intuídos por individualidades espirituais a acrescentar passos ou até criar rituais diferenciados, que não foram deixados pela Clarividentes em seus templos. Trabalhos com rituais voltados até apara a cura física o que foge de nosso propósito.
                Deixo bem claro, respondendo a um questionamento referindo a nossas postagens como críticas o que procuro não fazê-lo. Ao colocar situações que muitos médiuns, principalmente os mais  novos  não conhecem e são de certa orientados por seus instrutores de forma diferente, faço minha parte de Doutrinador de passar o que é doutrinariamente correto, e todas as minhas colocações são fundamentadas no acerco de nossa Clarividente.
                Acho também que o direito em comentar meus textos são bem-vindos e aprendo muito com eles. Porém não responderei e irei apagar todos aqueles que eu julgar ofensivos não só a nossos superiores ou que envolvam questões pessoais dos mesmo o que não é de minha  conta e acho também de todos. Não somos perfeitos, somos humanos, estamos rentando melhorar, por isso erro e muito, dessa forma não quero e não vou julgar comportamentos pessoais de quem quer que seja.

                Gilmar
Adjunto Adelano