INTERFERÊNCIAS CAMINHOS DIFÍCEIS EM NOSSA DOUTRINA

INTERFERENCIA CAMINHOS DIFICEIS EM NOSSA DOUTRINA




Salve Deus!

            A mediunidade em sua ação tem um caráter intrinsecamente psicológico, tudo que entendemos como processo técnico mediúnico tem essa marca, assim o homem quando aceita a condição de ser um missionário ele aceita se submeter aos impactos das informações novas e até de certa forma conflitantes que fazem parte de todo o contexto mediúnico e espiritual.
           
            O ser humano é uma unidade atômica predispostas em células muito bem organizadas que funcionam em perfeita sintonia , cada célula exerce uma função especifica na manutenção da vida, assim células ósseas dão sustentação ao esqueleto com suas articulações e células nervosas transmitem informações  para o cérebro coordene toda a série de movimentos do corpo humano.

Já os neurônios com suas  milhares de  sinapses permitem a ação de algo que é abstrato que  pensar, e até lembrando René Descarte que nos diz em uma de suas frases que “Se penso, logo existo”! Então temos o ser humano uma construção biológica altamente complexa que vem ao longo tempo procurado acima de tudo se conhecer e que nesses últimos tempos fica evidente a ação do sistema psicológico sobre ele.

            A mediunidade e seu estudo é algo bastante antigo entre nós porém, nesse último século também vem evoluindo muito e ampliação de seu conceito tem propiciado da mesma forma, um grande avanço na busca e conhecimento de outras áreas não mesmo complexas que é a que chamamos de mundo espiritual, ou dimensões .

Temos certeza plena de três dimensões e já outra teórica que é a espaço/tempo, mas para nós espiritualista podemos afirmar nas existências de dimensões paralelas ao nosso mundo, que coexistem em certa harmonia com a nossa. Dimensões essas que podem ser de uma energia bastante densa e já outras de energias extremamente puras.

Nessas dimensões existem individualidades,  seres com as mais variadas formas e corpos diferentes de nós outros. Alguns por sua estrutura corpórea conter algum tipo de magnetismos ou radiação que não nos  faria bem, mas que no entanto vivem e convivem em regiões ou dimensões extremamente evoluídas assumem  uma forma também fludica para nos assistir e nos ajudar nossa caminhada.

            Lidamos com esse tipo de contato também a milhares de anos, alguns são elevados a condição de deuses, já outros assumem uma determinada roupagem ou configuração humana para que nós outros seres desse planeta possamos aceita-los em sua atual condição e por essas individualidades ter um compromisso com os habitantes desse planeta. Assim os anjos,deuses, e outras formas divinizadas caminham paralelo a nós no sentido de permitir uma modificação na estrutura fluídica e orgânica no corpo humano visando cura-lo daquilo que nos chamamos de patologias ou doenças.

Essas patologias vão das físicas as psicológicas, e quando partimos para o campo da metafísica encontramos o espírito, que seria uma espécie de invólucro eterno com uma consciência de ser e estar que não é atingida pelo fator tempo. Por sua condição atemporal ele migra entre corpos , os quais , por sofrer a ação do tempo, e consecutivo desgaste celular cessa seu funcionamento e é o que chamamos de morte. Esse invólucro espiritual é recolhido novamente a sua origem em dimensões diferenciadas, nesse local existe uma organização social onde ele pode encontrar-se com seus familiares reais,  reprogramar sua caminhada através das variadas dimensões ou mundos, determinar as diretrizes para sua evolução.
            Acima falamos da influencia da parte psicológica no mediunismo, reafirmamos o impacto  das situações vividas pela personalidade, a influencia do meio e também o parecer das pessoas que nos rodeiam.
            Ao aceitar a condição de missionário, o homem amplia a sua percepção e segundo seus dons mediúnicos ele se abre não só paras as informações relativas a essa área, como também passa a interagir com esse mundo assimétrico do mediunismo.

Na Doutrina do Amanhecer por termos dois tipos de mediunidade, o Doutrinador e o Apara, a fenomelogia  não é tão complexa quanto a alguns aspectos de outras mediunidades , mas mesmo assim essa influencia é grande.

Para o médium Apara mesmo após ser desenvolvido, se por ventura receber uma mensagem em um Trono de um suposto Preto velho lhe dizendo ou colocando duvidas sobre sua incorporação , com certeza essa informação  irá influenciar suas incorporações dali para frente. Isso pode chegar a ponto desse médium se questionar quanto a sua condição de incorporador. E se esse médium estiver em desenvolvimento esse risco tende muito a aumentar. Não só para o Apara, mas mesmo para um Doutrinador uma mensagem desse tipo recebido em um Trono irá influenciar em sua missão como Doutrinador.
            É sabido que é extremamente difícil ou se não impossível, controlar as informações dadas por uma Entidade, mas o esclarecimento ao médium daquilo que uma Entidade de Luz diz ou não é de vital importância. Nossas Entidades, por sua condição evolutiva não interferem em nossas ações ou em nossas vidas , muito embora a Entidade seja o comunicante, o Apara será  sempre o mensageiro, o decodificador da mensagem, assim como sabe-se que essa veiculação  é automática e que muito pouco o Apara pode interferir na mesma, consideremos a possibilidade dessa interferência dentro de seus padrões de energia permitir que aconteça por parte de um espírito sofredor que pode se conectar devido ao padrão vibratório formado por Doutrinador e Apara ter baixado.
            Os Tronos é nossa maior vitrine e como tal sujeita as variações por parte de muitas situações, algumas conhecidas por nós, já outras precisamos buscar essas informações no aspecto intuitivo e na própria mediunidade. Assunto amplo, complexo,complicado e que precisa ser mais estudado principalmente para fornecer aos nossos médiuns subsídios que lhe de segurança nessa missão que lhe foi confiada.

Gilmar
Adjunto Adelano