ARCANO...TENTANDO EXPLICAR


Observação:Diante das poucas informações contidas foi que podemos apurar, se no futuro conseguirmos mais informações postaremos.
OS CAMINHOS NA FORMAÇÃO DO ARCANO
Salve Deus!
Mesmo com um acervo enorme e a disposição de nosso povo, nossas coisas, o sagrado de Tia Neiva, continua ainda envolto em mistérios, e como um tesouro a ser descoberto depende de cada um encontrar seu diamante e dele fazer uso em sua missão.
O Doutrinador, a promessa para esse terceiro milênio busca sair das amarras que ele mesmo criou, essas oriundas dos conceitos mal interpretados e acabaram criando dogmas, impedindo que sua condição de cientista dos mundos espirituais se desenvolva, dessa forma ampliaria seus canais de energia.
Surgido de uma reunião na UESB, essa nova mediunidade proporcionou um impulso na condição de curar espiritualmente, de tratar as coisas do espirito de forma mais cientifica, sem no entanto ser um religioso propriamente dito aliou as técnicas do evangelho a condição de uma nova força chamada Cabala em rituais específicos.
Após o surgimento do Doutrinador, Tia Neiva conduzida pelos Mentores do Amanhecer, começa a formar uma estrutura doutrinária baseada em principio hierárquicos cuja função é o movimento das forças iniciáticas.
Por volta de 1974 surge o Trino que a representação de nossas raízes, daí surgiu a ordem para a formação do Adjunto. O Adjunto é a condição de unir, reunir espíritos comprometidos com determinada situação no tempo e espaço e cuja ação necessitava de um representante encarnado na Terra. O Ministro que é o Responsável por essa co9ndição e missão espiritual, principalmente os primeiros adjuntos que aqui denominaremos de RAIZES, segundo O Primeiro Mestre Sol Trino Tumuchy, são espíritos de altíssima hierarquia, tem o compromisso com o universo e de seu universo, sua origem projetam suas forças aqui na Terra. São objetivos, diretos emitem sua força, sua lei e depois voltam ao estado ou sua origem.
Em 1978 Tia Neiva cria e consagra o Adjunto, implantando essa força na Terra. O nome Adjunto significa aquele que está junto, representante. Portanto essa individualidade tem seu representante que deverá seu povo espiritualmente dentro da força cabalística do Amanhecer.
Dentro de uma contagem iniciática, essa foi formada pelo orixá-Linha Africana e Arjuna-Rama na linha indiana ou Primeiro sétimo, Adjunto Koatay 108 Arjuna-Rama (tradução: Multiplicação Divina); VII Raio - D’Havaki Gita (tradução: Ilimitado); VI Raio - D’Hira e o Purã que é Ajanã , essa contagem é a raiz das forças cabalísticas do Amanhecer, essa força é a sustentação da força decrescente e é exercida em princípios hierárquicos os quais todo o arquétipo espiritual recebe toda a força espiritual ou etérica e é distribuída, acomodada pelos Trinos, e sua decrescência chegando a todos médiuns deste Amanhecer.
Surgiu as classificações entre os Doutrinadores para essa distribuição de forças, e a medida que os rituais foram surgindo em sua complexidade foi necessária uma adaptação ou renovação dos Mestres em suas classificações para atendimento a esses rituais.
Na década de oitenta por volta de mil e novecentos e oitenta e quatro começa a funcionar a Estrela de Sublimação que faria uma espécie de triangulação de forças com o Turigano e Estrela candente. Tia Neiva realiza a Consagração de enlevo e logo depois coincidentemente ou não, os Adjuntos Rama 2000, os 39 que foram primeiramente consagrados por elas juntamente com os Trinos são elevados a condição de Arcano Rama 2000. Nessa época as emissões sofreram alterações inclusive com o trecho que diz “subi ao reino de Jurema e estou na continuação dessa jornada para o terceiro milênio”
Tia Neiva na criação dos Príncipes do Amanhecer, como ela a chamava começou a prepara-los para o comando da Estrela de sublimação, o Santo Nono, que segundo o Mestre Tumuchy, é o mais alto poder cabalístico sobre a terra. Convoca então os Adjunto Yucatã(Alberto) , Yumatã(Caldeira) e Cayrã(Antônio Carlos) que retornassem a base e deixassem as presidências de seus Templos. Assim como sugeriu a esses Arcanos que por sua condição especial evitassem o trabalho de tronos.
Segundo Tia Neiva o Adjunto é um médium em condição especial pois, de seu plexo emite forças e segundo Tia Neiva o Adjunto Koatay 108 dispõe de uma energia que é designada a grandes fenômenos extra-sensoriais. Esta força se expande porque o Adjunto Koatay 108 gera do Primeiro para o Terceiro. Digo: Primeiro para o Terceiro é força decrescente. Por conseguinte, gera força energética. Energética é força de energia vital ou força do Jaguar. Essa energia é uma força, quando emitida em um ritual religioso. A energia que sobe do Primeiro para o Terceiro Plano, que eu conheço pelos meus olhos de clarividente, é única e exclusivamente a do Jaguar Consagrado, que emite até sua Legião, na Linha do Auxílio, para beneficiar outros da mesma tribo. Isto é, a energia que o Mestre Jaguar desenvolve na emissão, ou melhor, emite em seu canto, é captada nas pequenas estações de sua Legião para servir em socorro dos grandes vales da incompreensão, dos necessitados em Cristo Jesus. Esse pequeno posto que eu, Jaguar, emito, é o meu Terceiro Sétimo, é o que é MEU. É do que dispõe a minha abertura e a dos demais que precisam de mim, digo, em nome de qualquer emissão de um mestre consagrado. Toda força decrescente de um Adjunto segue pelo que é SEU, o SEU Aledá, o SEU posto de receptividade na linha do SEU Adjunto.
Por que - podem perguntar - somente um Adjunto consagrado em seu povo decrescente? Porque somente um povo decrescente consagrado em uma força poderá emitir a sua energia no que É SEU! Digo, no posto, na legião originalizada, na amplidão do que é seu, o seu Aledá, o seu Terceiro Sétimo. Não há condições de um mestre, sem as suas devidas consagrações, atingir o seu Terceiro Sétimo. As hierarquias o obrigam, uma vez que tudo é Ciência, precisão e amor. Mesmo porque a receptividade ou energia dessa natureza, na qual estamos, é extraída da força extra-cósmicas que reina nos três reinos de nossa natureza. O ectoplasma a envolve, dando a faculdade para ultrapassar as barreiras do neutrom e chegar ao reino prometido. Não há fenômenos sem a causa porque não há causas sem o fenômeno! E, dentro destes princípios, pensamos que valem a pena nossos esforços. O menor trabalho de um Adjunto é esse, que vemos, a olho nu, aqui no mundo físico. A grandeza, mesmo, é o que os meus olhos de Clarividente, em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, tem registrado: são as chegadas dessas forças nas origens, onde quer que haja necessidade. Porque essa força - ENERGIA VITAL - é a libertação do espirito a caminho, é o alimento que arrebenta as correntes dos acrisolados, das vibrações da Terra.” (Tia Neiva, 9.10.79)
Na criação desses primeiros Arcanos segundo a Orientação do Comandante Janatã Mestre José Luís, não se dava lei no quadrante pois segundo afirmavam o Arcano tem sua Lei.
Os médiuns do Amanhecer até aproximadamente a década de noventa quando desses Arcanos chegava na fila de preparação ,os médiuns que ali estavam ,gentil e orgulhosamente cediam a vez para que ele tomasse a frente na preparação, assim como na Estrela Candente em respeito a força que aquele Mestre trazia e representava.
Mas dentro do mesmo princípio de hierarquia e força decrescente, esse Mestre Adjunto Koatay 108 Arcano tem suas responsabilidades as quais segundo palavras da Clarividente deixaremos abaixo.Meu filho Ajunto Koatay 108: sem a pretensão de te fazer um monge ou um robô místico, vou te descrever as pequenas obrigações de um ATIVO ADJUNTO:
Tornar-se um perfeito cavalheiro e aprender a dar o devido respeito aos outros.
Não passar simplesmente de um religioso acomodado nas maravilhas do misticismo.
Aprender a ser tolerante, mesmo diante da provocação dos seus colaboradores.
Seguir os princípios do Santo Evangelho e de suas revelações, fixando-se nas comunicações reveladas.
Não causar ansiedade para os outros pelas ações de teu corpo, pelos pensamentos de tua mente ou por tuas palavras.
Não se identificar falsamente com grosserias, fazendo-se de melhor, abusando de tua autoridade.
Não se apegar a nada que te faça sofrer.
Procurar assumir teu compromisso de família com amor, mesmo à distância dos mesmos, ou quando, por incompatibilidade, te afastares da esposa e dos filhos.
Discernir entre o que é importante e o que não é; ser firme como uma rocha quando à tua frente tiver que decidir entre o Bem e o Mal. Esforçar-se para averiguar o que vale a pena ser feito, não usando, em vão, as tuas armas.
Não entregar tua alma à fatalidade, que é a verdade infernal, possessões da fatalidade das almas enfraquecidas, sem fé em Deus. Estamos com duas espadas com que podemos nos defender. Filho, o segredo das Ciências Ocultas é o da Natureza mesmo. É o segredo da geração dos Grandes Iniciados e dos mundos de Deus. Os grandes talismãs da Vida, a substância criada, é chamada ATIVIDADE GERADORA. A manipulação do fogo na mirra, sal e perfume.
Evitar a disciplina relacionada com os outros. Lembra-te, sempre, que enquanto tiveres um corpo material terás que enfrentar as forças do teu plexo físico: nascimento, velhice, doença e morte. Não devemos pagar nada além das necessidades da vida física.
E, para melhor servir em tua hierarquia, criar uma personalidade em frente das três portas da Vida Iniciática, sem ironia, com distinção do que respeita, amando!” (Tia Neiva, 17.5.78)
É esse pouco que conseguimos extrair para tentar descortinar o que é o Arcano, que acima de qualquer posicionamento e seu princípio hierárquico não ser de condição para se colocar acima das pessoas ferindo as ou sentindo melhor, abusando de sua autoridade e escravizando sentimentos, outra situação que devemos colocar em nossos corações e mentes que quanto maior a hierarquia maior deveria ser sua humildade e também seu carma e consequente divida, seu carma.
Gilmar
Adjunto Adelano
Doutrinador
Obs; foi utilizado como material de pesquisa o Curso de estrela de Mário Sassi e as observações Tumarã.