DECISÕES QUE HUMANIZAM A DOUTRINA DO AMANHECER


AS DECISÕES QUE HUMANIZAM A DOUTRINA DO AMANHECER.
                Salve Deus!
                A Doutrina do Amanhecer foi deixada na Terra para a cura desobsessiva, sua característica essencialmente espiritual não deve sofrer as sanções das organizações sociais humanas, devemos diferenciar rituais espirituais e seus componentes, esses sim devem plena obediência as leis humanas mas a doutrina não pode sofrer as injunções jurídicas.
                Diante dos acontecimentos atuais e a situação que estamos chegando na forma e direção da doutrina, fica complicado traçar normas de comportamento mediúnico quando um dos ramos de nossa estrutura doutrinária fala uma linguagem e conduta diferenciada das demais.
                Prezou-se muito em nome de uma fidelidade doutrinaria ou seja, deixar a doutrina o mais próximo possível do que a Clarividente Idealizou, mas estamos assistimos mudanças fortes em nosso meio e muitas delas estão sendo tomadas sem uma visão espiritual, mas sim uma visão humana, lembro-me das frases do Mestre Caldeira quando afirmava das coisas humanas e das coisas do céu. As coisas do céu funcionam numa forma de força vertical fazendo uma troca, uma transformação de energias, essas ao passar pelo nêutron são transmutadas, condensadas e novamente voltam ao nosso plano numa força cíclica permanente. Já as horizontais, que não deixa de ser uma forma de energia, mas acentuadamente densa e não consegue ser transformada mas é alimentada diariamente por indivíduos e individualidades que estão presas na faixa mais pesada em nosso ou próximo dele.
Essas individualidades estão em sintonia com seres humanos que vibram na mesma frequência vibratória, e esses, acreditam estarem assistidos por mentores de luz, mas quando verificamos seu propósito fogem aos parâmetros de espíritos de luz.
                O primeiro Mestre jaguar Trino Araken afirmava que a doutrina era cármica, portanto não via ele sentido alguma em faze-la funcionar para atender as vontades humanas.
No curso de sétimo, quando ultrapassam o número de falta estipulado por ele, era imediatamente cortado. Certa feita, perguntado porque as aulas de centúria eram na quinta feira ele simplesmente respondeu que fora um pedido de Pai João...
                Vemos hoje a Estrela candente do templo Mãe estar tampada para evitar que o Mestres peguem sol. Se levarmos em consideração que esse sol, é durante no máximo três ou quatro horas em um mês, isso considerando aquele médium que gosta muito desse ritual, o risco não é tanto assim. Agora vemos a estrela ser interrompida durante a semana por conta da insegurança reinante no Vale. Não devemos de forma alguma desconsiderar esse risco, mas nossos rituais não podem servir de elemento de protesto ou reivindicatório para que o governo ou a quem direito veja tal situação.
Temos um Mentor maior que é Pai Seta Branca, que acreditamos governar o Brasil, portanto estamos sob sua responsabilidade, o que dizer de tantos templos que funcionam nas periferias das cidades onde nossos médiuns em que passar por vielas escuras correndo o mesmo risco, teremos então que fecha-los e dar oportunidade ao submundo que na ausência do desses rituais proliferam com mais intensidade assim como faz os germes oportunista diante de um processo inflamatório no corpo humano cuja defesas imunológicas estão fracas.
                Sabemos que quando há um governo autocrático , ou seja que se acha único, suas decisões são sempre questionáveis e passiveis as falhas.
                Talvez hoje nossas outras estrelas, mesmo com deficiências continue a emitir a força do Reino central...
                Mas como disse acima...Nosso governante espiritual é um velho contemporâneo que disse , segundo o Adjunto Yuricy a seguinte frase:
                -Concluirei essa missão, mesmo que seja com sete homens ....

Gilmar
 Adjunto Adelano