DIMENSÕES PARALELAS


DIMENSÕES PARALELAS
            Salve Deus!
           
            Essa identificação espiritual que nos faz acreditar nesse eterno que Tia Neiva nos mostrou através de sua clarividência é a mola propulsora para que possamos dar o primeiro passo desse ingresso no que ela denominou Magia de Nosso Senhor Jesus Cristo.
            As religiões sempre nos colocou um céu ou um paraíso e também um inferno como meta final de nossa caminhada após passar por esse curso chamado existência aqui nesse planeta Terra.
            Tia Neiva nos fala já de dimensões espirituais com faixas especificas, as quais iremos alcançar dependendo do aproveitamento que tivermos nesse atual curso ou encarnação. Também nos fala de dimensões com variados níveis evolutivos, dos pântanos sombrios, vales negros da incompreensão, Umbral, das Casas transitórias, Fontes universais enfim, de mundos os quais nem pensávamos que existiam.
            Em nosso dia a dia, embora com todo esse conhecimento, não colocamos essa situação como principal em nossa existência ou nossa missão.
A razão é porque Tia Neiva sempre nos ensinou a acreditar na vida, como ela mesma disse, a morte não tem voz e para nós ela não existe, muito embora certa feita o Regente Araken tenha dito que: “O Jaguar não está pronto para morrer”.
Dessa forma estamos trabalhando, compartilhando nossa existência com espíritos desencarnados que sem nos apercebermos numa simbiose, somos sugestionados, intuídos em nossa vida e, nossas ações nem sempre podem ser classificadas como unicamente nossas.
Uma das formas dessa interação são as obsessões e atuações provocadas por espíritos que ainda estão ligadas a Terra e dessa forma gerenciam     os encarnados que vibram na mesma frequência que eles.
A forma de ligação dos espíritos sofredores com os encarnados é através da frequência vibratória, assim quando vibram na mesma frequência essa interação faz com que os encarnados sejam intuídos e em casos mais acentuados ou graves, governados por essas individualidades.
            A Clarividente afirmou que “acima de nossas cabeças quem pode afirmar o que é bom ou mal” ...Dessa forma como no conceito de “força”, ela não é boa ou ruim, sua aplicabilidade em forma de energia é que determina sua forma de ação ou se será boa ou ruim.
Nesse mundo espiritual, etérico, ou de dimensões essas individualidades tem uma limitação de caminhar entre elas, sabemos que somente as individualidades que são de pura luz podem migrar entre essas dimensões. Os espíritos que ainda não atingiram essa condição limitam se em perambular ou caminhar em suas faixas especificas, dessa forma não tem essas individualidades a mesma liberdade que nós outros encarnados temos de nos misturarmos entre as pessoas boas ou más.
            Partindo desse conceito as ações determinadas pelas individualidades devem ser observadas quanto sua finalidade e objetividade pois, um espirito iluminado de forma alguma irá participar de ações com cunho humano, ligada as coisas e valores físicos. Também não irão censurar, punir as nossas atitudes, irão sim nos intuir e de forma subjetiva, nos ensinam o caminho a seguir mas, sempre preservando nossas escolhas e direito de decidir e, mesmo quando tomamos nossas decisões, e essas, não são de cunho doutrinário, eles permanecem em vigília, aguardando que retomemos nossa caminhada evolutiva.
Em nossa doutrina o transito de individualidades é muito acentuado e, se levarmos em consideração que o templo é um edificação projetada e destinada a abrigar encarnados e desencarnados para tratamento ou recuperação, temos que entender que a doutrina é destinada a tratar as patologias diversas que atingem o espirito e, é evidente que essas são provocadas ou originadas de individualidades doentes, mas que tem condições e conhecimento na manipulação de energias diversas, dessa forma, podem passar por Mentores ou Guias para conduzir e formar suas legiões. Também é preciso   entender que esse “Mal” que conhecemos pode muito bem ser uma condição humana, e que nos planos espirituais essas entidades podem achar que estão ajudando seus familiares ou amigos, pois suas mentes encontram deformadas, alteradas, sua alimentação é fluídica, necessitam do ectoplasma fornecido pelos seres humanos, pois o mesmo é moeda de troca, alimentação e combustível que é largamente utilizada nos planos espirituais, e quando falamos planos espirituais não estamos falando se nesses planos veiculam energias puras ou não.
As dimensões são diferenciadas e abrigam uma grande quantidade de individualidades e essas, se adequam ao quantum vibratório dessas regiões formando aglomerações com sua hierarquia própria e, quando essas individualidades ainda não estão completamente isentas de células doentes ou impuras, as ações desses espíritos podem ser direcionadas equacionadas as dos habitantes da terra. Portanto algumas ações de algumas doutrinas e até mesmo religiões podem ser dirigidas ou mantidas pelas mesmas, e podem curar e até dirigir as pessoas para o bem delas, portanto com um preço e esse normalmente é o ectoplasma.
A mente humana está condicionada a preservar sua espécie, dessa forma, ele está programado para se proteger e também estabelecer essa proteção aos mesmos de sua espécie. Assim, criou-se meios para estender essa proteção e ela pode ser objetiva, direta ou subjetiva. As religiões é uma maneira que o ser humano encontrou para suprir a deficiência humana no sentido da morte,o cessar das funções biológicas, e a religião conduz o indivíduo ao sagrado e este, ultrapassou as barreiras da vida e existe no eterno...
E justamente essa forma de eterno condiciona a mais um estado de perpetuação existencial, direta ou indiretamente os seres humanos criaram fórmulas pretensamente mágicas para vencer a morte, do outro lado os mesmos seres que um dia estiveram sobre a vestimenta da carne, “encarnados”, vencem essa barreira e nos auxiliam ou acham que estão nos auxiliando quando atingem essa condição fluídica, que na verdade é um célula individualizada de Deus.
Portanto, o conceito é que partimos um dia, nos individualizamos do “Todo”, e começamos a migrar em variadas dimensões, reunimos em famílias com afinidades, formamos clãs ou grupos sociais, mas em cada dimensão que passamos adquirimos os costumes dessas dimensões e muitas vezes deixamos o objetivo ou heranças que herdamos desse “Todo”, e fomos novamente reconduzidos a um escola para adquirir, ou sanar as deficiências adquiridas nessa caminhada. O ser, o indivíduo se dividiu, em partes que em algumas dimensões, principalmente as mais densas, as quais, necessitam de um estrutura biológica para existir, participar de seu meio, como no caso de nosso terceiro plano ou Terra, é necessário que essa partícula que chamamos espirito e períspirito se unam a uma física, que é a carne, montadas em uma estrutura celular   e nela habite, “encarne” para tentar buscar sua progressão espiritual.
Para isso há toda uma programação que é firmada, estabelecida em planos sutis, onde o próprio ser se programa para essa empreitada.Uma vez acertada as bases para esse curso,ou encarnação ele projeta, constrói, molda uma personalidade adequada para essa jornada, e nisso está incluso ,os pais e o ambiente que irá viver.
            Não sabemos como é a organização social de seres iluminados, quais são suas reais atribuições e funções, e mesmo de espíritos sofredores sabemos ainda muito pouco, principalmente sua forma de atuação, pois cada legião ou grupo de espíritos se especializa em determinada condição de atuar e coletar informações entre os indivíduos que estão próximos a eles. Sua morfologia, alimentação fluídica, quais são os níveis evolutivos que se enquadram dentro do sistema universal. Conhecemos da estrutura humana e ainda assim, muito precário esse cabedal de informações, vivemos de narrativas de nossos antepassados no qual atribuímos o nome de história, mas essa, é desvirtuada segundo o interesse dos grupos sociais vigentes, nossa população encarna , renova-se  a cada cem anos, outro grupo de indivíduos surgem dentro de uma outra tônica espiritual ou dimensional e esses estão em sintonia com o momento que vivem, a cada geração ou ciclo todo o universos com suas infinitas dimensões assumem uma programação diferente, cuja energia e propósitos são diferentes e tudo isso tem que se ajustar ao propósito único, autônomo de evoluir , nesse universo sem tempo e espaço.
            Esses mundos paralelos assimétricos, fluídicos se intercalam, se misturam, e as comunicações entre si depende de fatores que são bloqueados, misturados e canalizados em faixas e feixes de energias que não são plenamente seguros e puros pois nem sempre os veículos condutores ou transmissores conseguem faze-lo sem a interferência de outras faixas de energias onde veiculam outras informações. Daí as interferências que alteram a programação daqueles cuja tecnologia superior nos envia suas sugestões através de canais intuitivos.3
            A energia que movimenta o todo, o universo é constituída das mais diversas formas e espectros de luz, essas variações de cores registram , canalizam individualidades ,cujo caráter evolutivo permeia, varia entre as cores e aspectos densos a formas extremamente sutis e brilhantes, essas individualidades sejam elas  evoluídas ou não, necessitam do quantum energético adequado para poder viajar, caminhar, migrar nas dimensões existentes nesses universos paralelos.
            Na crosta terrestre existem colônias espirituais, ou dimensões cuja densidade molecular é projetada em níveis diversos. Nelas habitam individualidades que se ligam aos seres humanos por condição vibratória ou fluídica para absorver o ectoplasma humano, essa energia é direcionada para experiências cientificas voltadas principalmente para a gênese humana. Essa ciência genética é voltada para a criação de seres humanos sem passar pelo formato ou condicionamento divino, ou seja sem o charme, cujo elemento traz toda uma programação cármica que na verdade tem como objetivo o reajuste programático espiritual. 
            Nesses ambientes, mundos ou dimensões paralelas cujo plano vibracional é mais denso, relacionamos as cavernas, cujo habitat é preenchido por individualidades que estão ainda ligados, conectados com o sistema psicológico humano que os procuram para auxilia-los em sua vida diária, essa condição na verdade é um troca de energia, cujo pagamento é feito através de oferendas, e nessas está contido o ectoplasma contido em sangue de animais, além do compromisso estabelecido de quem o contrata. Esse ectoplasma fortalece seus líderes que munidos de mais força compra, escraviza outros indivíduos espirituais formando as legiões, essas especializam-se na subjugação dos seres humanos que sintonizados, numa simbiose muito intensa passam a atender os caprichos dos líderes fortalecendo ainda mais sua condição.
            Em nossos Templos que na verdade são imensos laboratórios, estações espirituais onde em suas áreas são montados verdadeiros espaços etéricos cuja finalidade é a transformação e transmutação de energias contidas nos espíritos ou individualidades promovendo o que chamamos de cura desobsessiva.
            Ferramentas extremamente evoluídas,em ambientes cuja energia são sutis mais de imenso potencial de energia, veículos interestelares que são modificados em sua forma estrutural ou fluídica na lua, chegam aos nossos templos conduzindo num vai e vem de velocidade fantásticas espíritos para as casas transitórias para sua plena recuperação. Ainda sabemos pouco sobre essas dimensões, e é esse pouco que nos diferencia das outras doutrinas e religiões, pois temos a união de várias raízes que provém de diversas encarnações culminado com a força iniciática traduzida na corrente mestra.
            É o pouco que podemos dizer..
Gilmar
Adjunto Adelano
Fevereiro 2014