VISAO ESPIRITUAL DA DOUTRINA


UMA VISÃO ESPIRITUAL DE NOSSOS ACONTECIMENTOS

            Salve Deus!

            Nos preocupamos com as coisas do nosso mundo físico mas, sempre com a atenção voltado para o mundo espiritual. Nossa Clarividente nos alerta que enquanto tivermos um plexo físico essa preocupação começa ao nascer e vai até o desencarne.
            Continuando nessa linha de raciocínio a doutrina é um conjunto de normas que foram criadas para tornar mais fácil o contato entre o mundo físico e o espiritual.
Através de técnicas especificas ativamos canais específicos para fazer o intercâmbio de energias entre essas duas dimensões.  Cada povo ou classe social tem sua forma de estabelecer esse relacionamento. Nós Jaguares do Amanhecer usamos um conjunto de situações que vão da força do sol e da lua,da mediunidade, da natureza e cores para completar essa condição.
            Tudo isso foi visto,observado e traduzido por uma clarividente a qual quebrou paradigmas da cultura convencional, tendo apenas o primário, nos deixou um mundo de informações que hoje pesquisadores, cientistas que lidam com os enigmas comportamentais de nosso tempo ainda buscam identificar e qualificar esse movimento que nós jaguares estamos diuturnamente dando prosseguimento em seu funcionamento.
Depois de quase mais de cinquenta anos,e é preciso que se entenda, que é uma situação normal, vivemos alguns desencontros de posicionamento e podemos até afirmar; na linha de comando da doutrina.
            Os ensinamentos deixados através de cartas e áudio deixado por Tia Neiva é bastante claro em sua função de mostrar como funciona nossa doutrina e sua linha de pensamento. Também como uma situação natural, pois seus componentes são seres humanos passíveis de erros, a interpretação desse material ,fugindo a sua natureza, é direcionado segundo a visão de quem o interpreta. Porém nossa Clarividente nos alerta que no mundo iniciático,da razão é ser ou não. E também que o mediunismo não admite erros.
Muito embora o tempo é uma condição abstrata , ou é um referencial como instrumento de medição e datação dos movimentos de rotação e translação, o prejuízo dessa caminhada, mesmo em uma momento,um dia,ou vários anos, nessa nossa condição temporal, pode levar todo esforço dos mentores no processo de evolução e desobssessão que nos comprometemos no planos espirituais a realizar.
Encarnações poderão ser perdidas, espíritos que os Mentores nos confiaram podem não ser reconduzidos a sua trajetória evolutiva. A própria limpeza fluídica do planeta pode ser comprometida pelo desvio de conduta de nosso povo.
            Dessa forma o desejo humano, a visão humana na condução da doutrina de forma alguma, pode sobrepor ao direcionamento espiritual que nossa Clarividente como também os mentores deixaram para nosso sistema doutrinário ser alterado ou redirecionado segundo esse desejo de alguns dos dirigentes espirituais da doutrina.
            Quando movimento alguns mestres falar em DIVISÃO, ou até mesmo em CISMA DE KOTAY 108, observamos um certo desejo e uma visão descuidada que pode levar pessoas a ficarem em dúvida quanto o seu fiel posicionamento em nossa doutrina.
Jesus é bem claro quanto a casa dividida. O Trino Araken era bastante firme quando afirmava que divisão era  a equação mais fácil em nossa doutrina. Existe a frase lapidar que diz: Não dividas o que somastes com amor.
            Quando falamos em unificação e depositamos essa responsabilidade nos irmãos Zelaya, se é que estão divididos, esquecemos que somos uma corrente e cada um de nós faz parte desses inúmeros elos que a compõe.Se cada Mestre e Ninfa fazer apenas sua parte, exercitando sua condição mediúnica corretamente grande parte de nossas dificuldades seriam resolvidas.
Gilmar
Novembro2013
Teresina-Pi