MEDIUNISMO E FÉ



FÉ E MEDIUNISMO


            Salve Deus!
            As religiões cristãs, principalmente as evangélicas, tem colocado sempre o caráter da idolatria como uma denominação de imenso pecado. È preciso entender melhor a forma como nós da doutrina do Amanhecer lidamos com essa questão de culto a imagens e objetos, assim como a própria hierarquia espiritual.
            Precisamos considerar que uma grande parte das pessoas que buscam nossa doutrina vem de outras religiões, nas quais algumas delas usam o culto as imagens, e ao chegar a nossa doutrina continuam mantendo essa pratica religiosa.
Nossos instrutores ensinam que haja uma “reverencia” aos pontos cabalísticos , onde deve haver uma abertura de plexo nesses locais. Essa ação é uma troca de energia, onde o médium recebe um fluxo de energia em seu plexo.
Mas também há aqueles que antes de ir para seu trabalho mediúnico sai na maioria dos quadros de nossas entidades e ali ficam um certo tempo em prece para depois ir dar atendimento aos pacientes e participar de outros trabalhos.
Sem entrar no mérito de estar certo ou não, é preciso considerar que cada pessoa tem seu nível de aceitação e visão de nossa doutrina. Há aqueles que essa ação é ponto vital em sua jornada mediúnica, outros não sentem essa necessidade.
 Técnica e doutrinariamente é ensinado a nossos médiuns que nesses pontos cabalísticos há uma projeção de força especial, dali emanam forças especiais. Diante de Pai Seta Branca e do Cristo, há uma força que converge naquele local. Sem considerar que as imagens facilitam uma mediunização maior do médium, naquele local. Inconsciente ou não, ele sente estar mais próximo de nossos mentores, seu nível mediúnico ali fica mais acentuado .

            Algumas pessoas que não conhecem mais profundamente nossa doutrina questionam que nossos médiuns “procuram”, “rezam”, “falam” mais para os nossos mentores de que para Deus e Nosso Senhor jesus Cristo. É lógico que essa condição é de fórum íntimo, cada médium tem uma ligação maior com Pai Seta Branca, ou talvez a doutrina coloque que nosso Pai Seta Branca, esteja numa condição mais próxima a nós, mais humanizada, e que pode ouvir e tratar melhor nossas aspirações . Por questão de herança religiosa, muitos ainda trazem em si a ideia do pecado e da própria idolatria, que na verdade são conceitos gerados a partir do velho testamento.
            Em nossa doutrina, o simbolismo é muito presente em nossos templos, dessa forma muitos médiuns necessitam dessas demonstrações de apego aos símbolos , as figuras e mesmo de objetos para afirmarem sua condição espiritual e a própria fé.
 Mas nossa doutrina tem uma frase que muda, explica e de certa forma mostra o caminho a seguir que é essa frase os médiuns de nossa doutrina assumem o compromisso de faze-la três vezes ao dia que é “ O Senhor tem o seu templo em meu íntimo”...
Portanto, mesmo com toda a exteriorização de nossa doutrina, prevalece o que o médium traz em seu coração, tudo aquilo que ele conseguiu aprender e apreender em sua caminhada na doutrina. Temos que analisar os valore reais que conduzem a vida espiritual, não nos apegarmos de forma tão intensa a valores humanos.
            Somos espiritualista, a fundadora dessa doutrina, Neiva Chaves Zelaya, a Tia Neiva sempre nos passou que nossa doutrina é vanguardista, sem superstições, ou crendices, nós atuamos com técnicas de manipulação mediúnicas , que dá ao médium, sem cobrar dele uma fé cega, ou um conduta pessoal exagerada a certeza de que o reino de Deus está em seu coração; que o Cristo está vivo sempre com a mãos estendidas nos dando a certeza que ele está em nós...Em nosso coração!
Gilmar
Adjunto Adelano
Teresina-Novembro 2013