ALIMENTAÇÃO ESPIRITUAL



ALIMENTAÇÃO ESPIRITUAL E SEUS REFLEXOS
            Salve Deus!

            Por mais que sejamos assíduos na condição de servir em nossos templos e enquanto lá estivermos, não há como deixar de notar ou observar a dificuldade que temos de conciliar esses dois mundos, ou duas condições nesse nosso existir a personalidade, nossa identidade, alma, psicossoma , plexo físico que é nosso registro enquanto encarnado e individualidade , esse nosso espirito eterno, imaterial que é sustentado pelas ações e energias produzidas por tantas encarnações.
            No espiritualismo, a veiculação e transmutação de energias mediúnicas é o grande segredo e caminho para a alimentação espiritual. Muito embora sejamos uma junção de corpos com matérias diferentes e unidas entre si pelo corpo físico, essa estrutura biológica perfeitamente organizada em átomos e células tem suas leis próprias , as quais , se digladiam mantendo a existência e perfeito funcionamento orgânico , para que a parte emocional faça a conexão exata com o períspirito e espirito tornando assim o que chamamos de saúde perfeita, que é a harmonia entre os três reinos de nossa natureza.
Essa ação dessa alimentação ou manutenção espiritual tem seus reflexos os quais, seus efeitos se faz sentir em nosso dia a dia, que na verdade passam quase que imperceptível.
            Como seres humanos sentimos um flutuação constante em nossas ações diárias, e nisso há algo que a maioria dos Jaguares sempre reclamam que é, uma saudade, um vazio que dificilmente é preenchido...Tia Neiva nos falado de nossa alma vazia...Também podemos falar da ausência do nossos familiares espirituais, principalmente dessa suposta alma gêmea que pode estar em outros planos...
            Mas o que é real que quando chegamos aos nossos templos mergulhamos em nossa individualidade e tudo isso é preenchido de forma intensa fazendo com que nos liguemos de tal forma as correntes de energias ali veiculadas ao ponto de muitos Jaguares não conseguirem estabelecer um equilíbrio entre sua vida física e as atividades doutrinárias correndo o risco da sublimação. Então ocorre a fuga e nossos Mestres e Ninfas quando em estão em sua condição mediúnica ativa nos templos conseguem resolver os problemas que lhe chegam mas; tão logo voltam a assumir sua personalidade, ao chegar em casa ou seu trabalho, não tem a mesma força, o mesmo cuidado e até mesmo a tolerância necessária para equacionar seus problemas materiais, e nesses diga se de nota o que mais ocorre são os de ordem emocional que tem levado a desarmonia conjugal de muitos lares.
            A consciência mediúnica e ou espiritual ao que parece, fica limitada, direcionada somente as atividades ritualísticas, não conseguindo estender e complementar a vida do homem Jaguar, talvez essa Evangelização proposta, consiga devolver ao nosso corpo mediúnico a confiança primordial em si mesmo...
            Fato a se notar que os conflitos gerados entre nosso corpo mediúnico, chegam a ser levado ao extremo da agressão verbal e física, e diga-se passagem em todos os níveis da hierarquia dessa nossa doutrina.
            Gilmar
Adjunto Adelano
Teresina-nov/2013