FORÇAS ESPIRITUAIS- SUA MANIPULAÇÃO


FORÇAS ESPIRITUAIS- SUA MANIPULAÇÃO
            Salve Deus!
            A mediunidade é um fator biológico, sua ação se faz sentir durante todo o período existencial do indivíduo, é uma força com poderes que movem energias e as quais resultam tanto na cura quanto no auxílio da recuperação psicológica de seres encarnados e desencarnados.
            O centro nervoso condensa as atividades racionais dos seres humanos, através dessa condição normatizada de ações do pensamento ele projeta sua caminhada nessa terra a qual é condicionada as suas dívidas e missão transcendental.  Partindo desse raciocínio , temos que pensar nas atividades autônomas do corpo, nas ações involuntárias, as quais independem nossa vontade.
            Os distúrbios físicos químicos processados na área do cérebro, suas ações químicas podem causar desequilíbrios comportamentais e nas sinapses dos neurônios altera o comportamento do indivíduo. As dosagens de alguns elementos químicos podem normalizar essa situação.
Mas há outras alterações de comportamento que podem não ser de origem de fatores químicos. Os sentidos do homem podem ser influenciados por fatores energéticos sejam por uma ação interna ou por elementos externos. Sabemos que a força é a junção de energias, ou seja a união de energias opostas geram a força, portanto o equilíbrios entre polos negativos e positivos em perfeito equilíbrio dá a normalidade da acomodação e movimentação das forças.
            Em nossa doutrina , O Jaguar quando tem uma missão a cumprir nesse sacerdócio tem a oportunidade de não passar por nenhum tipo de desiquilíbrio quando percebe que suas funções mediúnicas necessitam ter um controle ou seja, precisa ser dissipada,controlada ou simplesmente desenvolvida. Portanto, o desenvolvimento é a ação mediúnica de saber lidar com as forças mediúnicas que o homem traz consigo ao encarnar nesse terceiro plano. A Doutrina do Amanhecer disponibiliza ambiente e técnicas de manipulação dessas forças.
Quando o indivíduo atende o chamado do despertar dessas forças, ele impede que as mesmas se saturem , fazendo com que suas forças mediúnicas naturais não lhe prejudiquem. Sabemos que há uma comunicação invisível de forças, as quais nem sempre dependem dos seres encarnados. Por sua condição evolutiva , seres mais evoluídos que dispõem de mecanismo naturais e também de equipamentos que ainda desconhecemos, canalizam essas forças segundo sua necessidade. No caso de espíritos de luz, essas forças são canalizadas para a cura desobsessiva, auxiliando a normalização de serres que tem algum tipo de patologia espiritual, seus corpos espirituais estão em desequilíbrio de forças ou energias.
            Fazendo uma grosseira comparação, a ação de drogas pesadas entorpecentes agem diretamente no sistema nervoso central do homem, alterando completamente sua percepção do ambiente em que vive. Tia Neiva afirmava que essa ação pode ficar de tal forma impregnada no homem que mesmo após seu desencarne, essas drogas ficam presas ao períspirito e quando volta novamente a reencarnar ele ainda sofre a ação dessa drogas pesadas. Quando o homem se vê acometido da necessidade dessas drogas pesadas , sejam elas na forma de um tratamento psiquiátrico ou psicológico é uma demonstração clara que essas substancias alteram seu comportamento. Essas alterações físico químicas levam a estados de neuroses e psicoses e também casos mais agudos que são as esquizofrenias. Uma vez que os níveis normais dessas substancias são normalizadas no organismo a percepção e a condição de recepção de forças espirituais ficam mais fáceis de serem absorvidas e nessa ação o homem passa a perceber e agir sob os padrões normais de comportamento.
            Nossa doutrina trabalha com forças ou energias espirituais extremamente sutis, mas imensamente poderosas. Elas são oriundas do que Tia Neiva classificou como fontes universais. Em dimensões espirituais especificas nossos Mentores tem o domínio da manipulação dessas forças que são conduzidas por Tapir que uma estação localizada no canal vermelho. Está sempre em constante movimento. Essas forças que Tia Neiva classificou como curadoras são mescladas com o ectoplasma dos seres humanos; chegam através de projeções fluídicas conduzidas por Entidades especializadas  seja nas Amacês(veículos interestelares) ou na projeção em nossos templos pela Pira, vinda de Tapir.
Para que elas cheguem a nossos templos e sejam manipuladas, Tia Neiva criou rituais específicos e precisos para esse fim. Observa-se que as mesmas chegam a nossos templos em forma e dosagens diferentes, ou seja, a intensidade delas é proporcional ao números de médiuns que está presente em um ritual. Nos templos que estão em primeiro e segundo estágio a força ainda não é iniciática. Muito embora a corrente mestra esteja ali presente assistindo aquele povo, os rituais são evangélicos, aquela força é primária mas não deixa de ter seu poder desobsessivo. Depois de algum tempo o número daquele povo aumenta e passam a ter condições de manipulação dessa corrente na força iniciática. É sabido que a Cabala é o leito das forças decrescente, e nessa decrescência da força há toda uma ritualística empregada nessa ação. Assim um ritual de estrela candente tem o poder de alterar toda uma morfologia do corpo espiritual de individualidades que perderam suas características humanas. Tia Neiva afirmava que na estrela passam ou são tratados espíritos que não tem condições de incorporar em nenhum espirito na terra. Falando em decrescência da força é necessário salientar da presença dos herdeiros na manipulação das mesmas. Alguém tem que ter heranças e poderes espirituais a nível de condições de manipulação e condução dessas forças espirituais. Quando elas são invocadas em nossa doutrina há toda uma ordem para que a mesmas cheguem e possam ser conduzidas e manipuladas.
Na abertura de nossos trabalhos pede-se permissão aos detentores dessa forças na seguinte ordem:
1º Em nome de Deus Pai Todo poderoso
2º DE Nosso Senhor Jesus Cristo
3º-Da Virgem Santíssima
4º-De Pai Seta Branca e Mãe Yara,
5º Da corrente Indiana do Espaço e das Correntes Brancas do oriente Maior
6º-Dos Trinos Triadas,(Tumuchy,Araken,Sumana e Ajarã)
7º(em determinados trabalhos de nossa Mãe Clarividente)
8ºDos Mentores responsáveis por aqueles trabalhos...
            Portanto, temos que admitir que há uma necessidade de pedir permissão ao todos esses citados acima para que tenhamos acesso a essas forças ou poder para o funcionamentos de nossos rituais, assim é notório que tenha que haver harmonia em todos os segmentos da doutrina para que essas forças tenham ação e condição de manipulação satisfatória.
            Esse poder , essa força espiritual, equilibra, cura as entidades que sofrem de patologias espirituais as quais falamos acima, deturpa o comportamento e a ação de encarnados e desencarnados. Então temos que concluir que de uma forma ou outra as ações tidas como maléficas ou  más de encarnados e desencarnados derivam de um distúrbio comportamental de uma patologia, cujas individualidades tem suas células, sejam elas orgânicas ou espirituais alteradas em suas funções tanto biológicas, quanto químicas.  Em nossos desenvolvimento foi nos passado técnicas de manipulação de nossa mediunidade que permitem que exerçamos o poder de estabilizar, normatizar as forças nessas individualidades que já começam quando entramos em nossos templos, fazemos nossa preparação ,vestimos nossas indumentárias espirituais e tornamos nos Mestres e parafraseando o Primeiro Mestre Sol Trino Tumuchy ”Tornamos-vos profissionais do mediunismo”.

Gilmar
Adjunto Adelano
Agosto-2013