CORRENTE MESTRA

CORRENTE MESTRA


            Salve Deus!

            Enquanto seres humanos, os quais somos dotados de um plexo físico, ou Macro plexo,que necessita das energias e coisas da Terra para sustentação, nossa atenção e raciocínio também são limitados pela mesma força e ação.

Portanto somos uma estrutura reunida em milhares de átomos,os quais  formam a matéria ou substancia biológica organizada em células, as quais tem suas funções especializadas,  essas  emitem e recebem energias dando o funcionamento do ser.

            A mediunidade é uma atividade que é gerada e mantida pela circulação sanguínea é biológica, mas como tudo nesse universo é uma forma de energia, essa forma de circulação sanguínea , a própria transformação de sangue venoso/arterial é um dos processos que produz o ectoplasma. Assim, o médium em suas funções de medianeiro emite esse ectoplasma que é como elemento que alimenta os espíritos e também é processo de materialização e até de cura.

            Partindo dos conceitos acima explanados vimos a condição humana nos aspectos biológicos e energéticos portanto, essa mecânica é um efeito físico, porém sua acessibilidade é possível porque a um sistema nervoso central no homem cujos  neurônios em suas sinapses dão condição para que o cérebro seja o grande gestor de nossas atividades conscientes e subconscientes  daí vem uma outra parte importantíssima nesse processo que é parte psicológica da mediunidade principalmente quanto a aceitação do homem nos processos inerentes quanto a mediunidade e suas repercussões no ambiente e na coletividade.
            A milhares de anos o homem, através de sua curiosidade natural, e o conhecimento pleno de sua transitoriedade nessa terra, pois é o único animal que sabe que um dia irá morrer, e a necessidade de buscar suas origens e para onde irá, lançou mão de elementos ritualísticos e deu forma a eles nascendo a religião, esta que vem do verbo religa-re, que é ligar a se alguma coisa, é o meio para que o homem pudesse lançar mão e desvendar esse mistério da pós existência.

Essa forma em nosso povo(Jaguares) começou a trinta e dois mil anos quando os Equitumans aqui chegaram de Capela para que essa cultura fosse passada, apreendida pelos habitantes da Terra. Até que na África, nossos ancestrais pendessem para o misticismo usando a força espiritual que lhe foi confiada para o mal. Nessa oportunidade essa força foi recolhida e quem presidiu essa divisão, esse “cisma”, foi o Trino de Irischin, e assim essa força que conhecemos como Corrente Mestra foi recolhida pelos nossos Mentores para que os homens não a usassem indevidamente.

            Na Cachoeira do Jaguar Pai João e Zé Pedro na preconização da criação do Doutrinador, juntamente com Natachan, dão o primeiro passo para que os Jaguares mais uma vez possam utilizar das energias oriundas da Corrente Mestra.
            Na década de cincoenta na Serra do Ouro , Irmã Neiva cria a UESB( União Espiritualista Seta Branca) e começam a criar o sistema técnico doutrinário mediúnico que culminaria com a implantação da Corrente Mestra mais uma vez nesse terceiro plano.
            Uma vez implantada a corrente mestra a nível de funcionamento de um sistema de manipulação doutrinária em 1974 com o advento do Mestrado e construção, criação da Estrela candente, Tia Neiva com os poderes de Koatay 108, Koatay dos 108 mantrans iniciáticos , a Corrente Indiana do espaço e Correntes Brancas do oriente maior passa para os estágio de Cabala iniciática de Nosso Senhor Jesus Cristo.
            Nessa forma de ação com a criação do Mestrado o sistema Hierárquico doutrinário, Mestres que segundo suas heranças transcendentais sustentam outra forma de força que a “força decrescente”, onde cada individuo dentro de um conjunto postulado mediúnico tem acesso a dimensões espirituais e dela recebem assistencia espiritual para coordenar, encaminhar individualidades para os Hospitais espirituais para a cura desobsessiva.
            Portanto a Corrente Mestra é um sistema de forças que manipula e manipulada, sua origem é da estação espiritual de Tapir , ou Torre de Tapir, uma estação espacial  situada nos planos espirituais. Fontes de energias vindas do Supremo,das fontes universais, chegam aos templos do Amanhecer na Pira e lá como uma trança luminosa irradia e mantém os departamentos do Templo onde se faz sua necessário sua presença.

O Presidente do dia é que faz sua invocação, cada jaguar que faz sua preparação, adiciona, direciona sua força para a Corrente Mestra, que num ciclo continuo de força, transmuta essas energias, transformando e desintegrando as correntes pesadas nos planos espirituais e voltando novamente pura para reabastecer os templos.

Para que essa Corrente seja manipulada a nível iniciático é necessário um número de mestres com plexos também preparados, iniciáticos para essa movimentação, como um feixe poderoso de luz invisível, ela pode ser absorvida pelo plexo iniciático dos médiuns, por isso a necessidade de se fazer reverência, abrindo o plexo quando se cruza a nave do templo de um lado para outro.
            Pode existir a possibilidade mais uma vez, de perdermos a Corrente mestra , por falta de conduta ou mal uso dela...Depende de nós...

            Gilmar
Adjunto Adelano
Julho-2013