TIA NEIVA E OS AJANÃS

TIA NEIVA E OS AJANÃS







Salve Deus!



No ano de 1985, Tia Neiva embora um pouco doente, convocou os Ajanãs para ensinar sobre técnicas de desdobramentos. Uma convocação que levou muitos desses mestres a Casa Grande para esse evento que poucos tinham noção do que realmente seria e qual seria sua utilidade.

Nessa época os Ajanãs eram muito unidos, havia um grupo deles que tinham acesso a Clarividente, falava-se na época de situações e posicionamentos que os Ajanãs poderiam ocupar na doutrina. Cheguei a ver o artista Vilela pintar um radar que era a estrela Harpazios para os Ajanãs, outro dia o lembrei desse fato e ele disse-me que não sabia onde andava o esboço da tal estrela. Como era novo de doutrina, mas curioso por de nascimento e formação, passava diante da Casa Grande quando via a Clarividente com vários Ajanãs ao seu redor; parei e observei durante algum tempo aquela movimentação:

Ela dirigia-se aos Ajanãs e dizia:

-Incorpora!

Logo depois dizia!

-Solta!!

Perguntei ao Jacó(Mestre Ajanã) o que aquilo seria, respondeu-me ele que era um trabalho que a Clarividente estava realizando para os prisioneiros da penitenciaria de Brasília.

Também nessa época por determinação de Tia Neiva, o Adjunto Yuricy Mestre Edelves, estava fazendo a cultura desses Ajanãs para incorporação de Pai Seta Branca.



Mas vamos voltar ao desenvolvimento que ela estava dando aos Ajanãs.



O restaurante da Casa Grande estava lotado de Mestres Ajanãs, eram por volta de quase trezentos mestres; Tia Neiva chegou, observou e disse:

-Que bonito meus filhos!

E começou a contar histórias...

Perguntou se tínhamos coragem para trabalhar com as sete virgens negras, logo depois começou um diálogo com um mestre Ajanã que era de sua confiança:

Ele disse a Tia Neiva

Mas Tia fui lá para trazê-lo comigo!

Tia respondeu:

-Meu Filho! Quem você pensa que é?

-Eu que sou sua mãe respeito!!!

Depois ficamos sabendo que esse mestre estava indo a um centro de umbanda e lá incorporava um Exu, com a idéia de levá-lo para ao Vale.

Outra situação interessante que aconteceu nessa reunião foi:

Tia Neiva se dirigiu aos Ajanss e disse:

-Meu filhos fulano está aqui!!

-Alguém respondeu:

-Tia ele já desencarnou!

Respondeu Tia:

-Sim meu filho sei disso; ele está aqui para pedir permissão para usar o chicote magnético, pois já é um Cavaleiro do Oxosse!



Estamos relatando esses fatos para mostrar o quanto era simples o relacionamento da Clarividente com os vários planos simultaneamente.

Quanto ao desenvolvimento aos Ajanãs ela nada ensinou, pois no meio dos Ajanãs, haviam Ninfas sol e lua, e a reunião era somente para os Ajanãs.

Também algumas pessoas falam que ela ensinou a Alta Magia para eles, no que não parece ser verdade, pois ela começou a passar alguma coisa para o Primeiro Mestre Sol Trino Tumuchy...

São coisas da Clarividente que perdemos por não compreende-la.

Gilmar

Adjunto Adelano

Junho-2013