NOSSA DOUTRINA- NOSSO MOMENTO DE ESTAR VIGILANTES



NOSSA DOUTRINA- NOSSO MOMENTO DE ESTAR  VIGILANTES

                Salve Deus!
                Em nossa doutrina, muito embora, sejamos um só povo, uma só essência existem pensamentos divergentes quanto a unidade de seus componentes. Nossa doutrina é regida por leis espirituais, onde não podemos de deixar de considerar que as leis físicas que nos chamam a razão sãos mesmas que nos conduz a Deus, temos por obrigação respeitar as leis físicas que nossos governantes nos impõe.
                Os Trinos Presidentes Triadas receberam  a incumbência da Clarividente em representa-la, mas mesmo assim, alguns veteranos parecem esquecer esse princípio , não aceitando as determinações de nossos Trinos. Se temos por compromisso doutrinário assumido em nossa iniciação obedecer nossos veteranos, fica bastante estranho, de repente um Adjunto de povo, ou adjuntos Presidentes, não seguirem esse princípio doutrinário, sendo que o mesmo tem um sistema de hierarquia e força decrescente a apresentar a seus componentes.
                Entrarmos num processo difícil, cármico, onde a personalidade predominou, e ainda mais alavancado por pressões do mundo espiritual que não desejam essa doutrina ir a frente, estamos a mais de quatro anos amargando o cálice amargo de uma triste possibilidade de divisão.
                O Trino Ajarã nesse último domingo promoveu uma reunião com o objetivo de unificar essas forças e povos dispersos por todo esse território brasileiro. Sua reunião foi pautada em doutrina, na união e no desejo de juntar esse nosso povo. E enquanto isso assistimos muitos mestres que parecem não querer essa unificação. Assim , hoje, ficamos a pensar na difícil posição dos irmãos Zelaya, que receberam de sua mãe um pedido para nunca se separarem, e as vezes tendo que escutar, e esperamos que não ouçam, aqueles que pregam a dissenção entre eles. Se ouve de tudo nesses momentos...
Como Doutrinador desse sistema , vejo dois irmãos que querem a mesma coisa, que é levar essa doutrina a frente, estão sofrendo com o peso das forças espirituais, mas têm o grande trunfo de terem vindo do mesmo ventre e ser filhos de Neiva Chaves Zelaya. Nós outros , filhos por missão e carinho, temos que estar juntos a esses dois irmãos, se não conseguirmos  levar uma palavra amiga e conciliadora, nosso silencio valerá muito juntamente com nossos trabalhos mediúnicos e preces  para que sejamos novamente um só povo, um só objetivo que é a cura desobsessiva de cegos, mudos e incompreendidos.

                Gilmar
Adjunto Adelano