FENÔMENOS FÍSICOS E FOTOGRAFIAS



FENÔMENOS FISICOS E FOTOGRAFIAS

            Salve Deus!
            Uma das coisas boas de nossa doutrina é a racionalidade que Tia Neiva, e tão logo depois, o Primeiro Mestre Sol Trino Tumuchy sempre deixou claro para que pudéssemos caminhar com segurança e não ser ludibriados por informações e também por espíritos que não são nossos mentores.
A Doutrina do Amanhecer, justamente o nome” doutrina”, que´um grupo de leis e normas que visam exclusivamente movimentar energias universais, e essas, são oriundas de nós outros, seres humanos, do ectoplasma, quanto da natureza, das cores de nossas indumentárias, construções arquitetônicas, do sol, da lua enfim, de quase tudo que nos rodeia.
Nossa capacidade e o desenvolvimento mediúnico nos favoreceram a transformar, mudar a quantificação e qualificação física dessas forças, permitindo dessa maneira realizar nosso compromissivo espiritual que é a cura mediúnica, ou como melhor forma de expressar; a cura desobsessiva. Dessa forma vem a conclusão técnica e inexorável: Nossa doutrina é essencialmente cabalística!
Tudo é energia, e é essa condição que nos dá a certeza que tudo quanto foi deixado pela Clarividente não deve ser alterado ou mudado, pois ela somente ela, tinha o poder e acesso as origens dessas forças. Nós até o presente momento não temos.
            Outro aspecto interessante que temos observado é a quantidade e que facilidade nossos médiuns tem tido acesso através de máquinas digitais de fotografias aos “fenômenos” em nossos rituais.
Tia Neiva autenticou algumas fotos ao Mestre Caldeira, Adjunto Yumatã como sendo “Atons” que foram captados por máquinas analógicas, e onde se veem claramente esses fenômenos.
Em fotografia o fato técnico que capta o objeto a ser fotografado é a luz captadas pelas lentes, assim quanto maior a intensidade da mesma, maior será sua resposta no filme ou na imagem digital flagrada. Há outra situação a ser verificada é que é chamada de “rabo de cometa”, que quando o obturador da câmara não consegue acompanhar o movimento das mãos, ou a pessoa treme a mão, no momento da fotografia e a luz caminha no quadro a ser fotografado, dessa forma surge como raios de luz. Outro fato a observar que os raios ou pontos de luz estão sempre a partir de uma luz acessa ou da luz refletida nas lanças das missionárias.
Uma boa dica e observar o restante da fotografia, se os outros motivos estiverem tremidos, ou seja desfocados, com certeza é o chamado “rabo de cometa”.
Precisamos ser cuidadoso ao expor nossas fotografias como fenômenos espirituais, pois há um grande número de pessoas com conhecimento técnico em fotografia, e ai acontecerá que ´poderemos ser taxados como fanáticos.
            Um fenômeno físico denota para nossos mentores utilizar uma grande carga de energia, e eles preferem usa-las para cura desobsessiva, portanto um fenômeno dessa natureza é para poucos.
            Observação importante: Este artigo não visa retirar ou abonar a fé de nosso povo, mas sim preparara-los para que possam analisar o que nos rodeia. Também é evidente que os fenômenos mediúnicos acontecem, e que também gastam uma grande quantidade de energia portanto, voltamos a uma frase de Pai Seta Branca “Mansos como uma pomba e sagazes como uma serpente”.

            Gilmar
Adjunto Adelano
Maio-2013