PROCESSO DE MOVIMENTAÇÃO DE ENERGIAS EM NOSSA DOUTRINA



PROCESSO DE MOVIMENTAÇÃO DE ENERGIAS EM NOSSA DOUTRINA

            Salve Deus

A Doutrina do Amanhecer tem características únicas, as quais fogem do convencionalismo humano. Obedece a critérios evolutivos, cujas regras são baseadas na razão universal e no movimento de energias cósmicas que visam um desenvolvimento cristico.
            A parcela humana é adequada ao quantum evolutivo do momento de cada ciclo e os métodos adotados para essa evolução são adequados ao momento social de cada período de nossa civilização.
            A regra da reencarnação é um fenômeno extra físico que procura acertar compromissos e corrigir falhas na base, a  essência da criação do ser espiritual. Suas indas e vindas ao seu ponto de partida alimenta a unidade espiritual sempre agregando novos valores ao espirito, até que ele se complete e dessa forma não haja mais necessidade de voltar aos mundos onde a matéria é mais condensada.
            Clarividência é um fenômeno único, que ocorre a cada trezentos anos. São situações localizadas destinadas a orientar um grupo especifico ligados por situações de laços familiares espirituais. Neiva Chaves Zelaya era uma clarividente.
Clarividente é o indivíduo que tem acesso as diversas dimensões, planos ou mundos espirituais. Fenômeno esse, que quebra as regras normais que nós denominamos “tempo”, portanto, não existe passado, presente ou futuro para a visão do clarividente.
Tia Neiva esteve nesses mundos ou dimensões, interagiu com individualidades em cada um deles. Recebeu informações para criar e estruturar nossa doutrina as quais, são baseadas também na transformação de energias oriundas de diversos locais e formas.
O ectoplasma é o combustível principal para ação dessas individualidades, a qualidade dessa energia é imprescindível para a manutenção, recuperação dos espíritos que temos que lidar em nosso dia a dia. Tanto os encarnados, quanto os desencarnados são beneficiados pelo ectoplasma.  As células humanas físicas e espirituais são tratadas através do ectoplasma. Nossos mentores são especialista na aplicação dessa energia.
            Como Clarividente, seria inadmissível hoje uma incorporação ou manifestação de Tia Neiva contrariando suas afirmações quando estava encarnada.
Quando encarnada ela se individualizava, conseguia se libertar das amarras do corpo e tinha acesso a essa verdade universal, assim como, o que estaríamos precisando para nos conduzir nessa doutrina.
            As situações que hoje vivemos são estritamente do campo da personalidade, geradas por atitudes humanas. Como foram criadas por nossas ações, cabe nos acerta-las. Essas ações geraram um campo energético denso, obscuro e que favorecem a alimentação de individualidades que vibram na mesma frequência.
            Para que pudéssemos nos manter como uma unidade coesa, Tia Neiva à serviço da espiritualidade criou um sistema gestor da doutrina baseado em classificações, essas são   reafirmadas em valores espirituais os quais independem da cultura humana.
            Os fatores ou heranças transcendentais é o ponto de partida em nossa doutrina, depois de aproximadamente 19 encarnações, espíritos veteranos se reencontram no planalto Central do Brasil sob o comando de outro espirito que fora Francisco de Assis, reúne espartanos para a transição do terceiro milênio sob a força de um poder altamente especializado que a força iniciática.
            A força ou ação do carma é uma situação que não é possível ser abolida da vida do Mestre Jaguar. Pode-se atenuá-lo, diminuir sua força no ser humano através da conquista de bônus, onde é possível recartilhá-lo. O jaguar não está isento de uma corrente negativa ou de ser alvo de espíritos sofredores. O tendão de Aquiles de nossa doutrina é a comunicação. Muito embora o Doutrinador tenha a mediunidade de identificar espíritos, nem sempre foi feliz nessa tarefa, não é raro encontrar Mestres que se deixam levar por comunicações que podem leva-lo até a deixar a doutrina.
            O que sustenta nossa doutrina é o coletivo, muito embora, um Doutrinador e um Apará seja o princípio de tudo, o coletivo coeso vibrando na mesma frequência energética consegue movimentar um quantum de força espiritual e disponibiliza-la aos Mentores ou Senhores do sistema para a cura desobsessiva.
            As ações ou gestões administrativas doutrinárias necessitam ser compatibilizadas com as leis e ingerências jurídicas humanas, pois vivemos numa dimensão física, cuja sociedade obedece a esses preceitos. Mas as gestões que regem o sistema doutrinário, suas leis e rituais obedecem diretrizes puramente espirituais. Suas intricadas leis e ações de forças nós a chamamos de cabala, são partículas atômicas precisas, Elétrons, aníons e cátions articulados sob a força de entidades que compreendem, conhecem a manipulação desses micro elementos, numa tecnologia ainda desconhecida por nós. Já tem o domínio de viajarem distancias cósmicas ou interestelares numa velocidade milhares de vezes a velocidade da luz. Mudam a constituição molecular de seus corpos, adaptam-se a inúmeras dimensões existentes, interagem através de ondas sutis de comunicação.
            Partindo da afirmativa de Jesus que “na casa de meu pai há muitas moradas”, cada mundo ou dimensão tem um tônus energético diferente. Nosso terceiro plano é uma dessas dimensões cujo teor é físico, seus ocupantes são seres constituídos de  moléculas orgânicas e inorgânicas, individualidades que há milênios vem transmigrando através de várias dessa unidades orgânicas agrupadas em células num processo que chamamos de reencarnar que significa entrar na carne, ocupar a carne. Estamos num meio termo desse processo evolutivo universal, somos uma grande família, cujos familiares estão dispersos em várias outras dimensões, e são justamente esses laços que nos faz agrupar em núcleos familiares físicos e familiares.  
Nesse nosso terceiro plano que é físico, existem várias outras dimensões que habitam a Terra. Como tudo é energia, elas se atraem e se repelem. O princípio de positivo e negativo como agente ativador de energia é uma constante nesse nosso terceiro plano.
Em nossa doutrina esses valores são agregados para a funcionalidade de nossos rituais, nossos   médiuns desenvolvem seus plexos ou chacras que são receptáculo, pontos de forças contidos em feixes nervosos localizados nas terminações nervosas onde produzem e movimentam a energia mediúnica. Nossos cérebro que é um grande aglomerador de neurônios que produzem a sinapse que é a troca de informações através micropartículas elétricas nos dando e afirmando mais uma vez que tudo é movimentação de energias.
            Nossas entidades utilizam de formas de transmutação de energia para atravessar essas dimensões e nos assistir. Os sofredores são assim chamados por conter em seu corpo espiritual células alteradas em suas funções eletroquímicas, assim como seu centro nervoso espiritual alterado, por conseguinte sua visão é deturpada, não consegue captar e assimilar os raios solares, sua gama de ação fica situada mais em planos condensados cuja energia é densa. Sua alimentação é oriunda de ectoplasma pesado. Pela necessidade de alimentar-se e achar que ainda possui um corpo físico une-se a outros seres no mesmo padrão vibratório formando grupos chamados de falanges ou legiões. Essas especializam-se e aproximam se dos seres humanos numa forma de simbiose sugando as energias do encarnado provocando as diversas patologias.
As doutrinas e religiões , especialmente a nossa, tem rituais adequados para a recuperação dessas individualidades ,retornando-as a sua normalidade.

Gilmar Ad Adelano
Fevereiro 2013