VILELA



VILELA

            Salve Deus!

            A Doutrina é essencialmente uma atividade doutrinária mediúnica. As ações exercidas pelos seus componentes movimentam forças contidas no homem e concomitantemente as energias dispersas em nosso meio. Portanto o mediunismo é a força que nos move e nos rege. A religiosidade é ação que nos faz encontrar um sentido na condição mediúnica, assim como, é a promessa que temos em alcançar dias melhores e quem sabe quando cessar as atividades biológicas de nosso corpo, o espirito desencarnar-se ,alcançar por merecimento a condição de voltar a sua origem ou família espiritual.
Portanto a Doutrina do Amanhecer tem como foco principal dois tipos de mediunidade o Doutrinador e o Apará.
O Apará é uma derivação, um melhoramento da mediunidade de incorporação, podemos também afirmar que é também criação de Tia Neiva. O Apará é diferenciado do médium de incorporação pois sua mediunidade atua sob juramento, além de ser plenamente consciente na condição de estar e ser.
O Doutrinador já é um tipo de mediunidade nova, cuja tônica é estado de alerta, pois a concentração de sangue é predominantemente na cabeça, fato esse que lhe permite estar ligado aos vários planos, conectar se com o mundo sutil e mesmo assim continuar de olhos abertos.
            Muito embora existam outros tantos tipos de mediunidade, para o funcionamento de nossa doutrina só é necessário o Doutrinador e o Apará. Mas há um médium com tipo de manifestação em nosso meio doutrinário que foi é de muita importância para nós que é o Artista Vilela.
            Certa feita nos relatou que Tia Neiva já o aguardava em sua clarividência, junto a Tia Neiva pintou uma série de quadros que chamamos de mundinhos. Além de pintar recebe inspirações e fala sob os mundos espirituais ou mundo dimensionais. Não coloca uniforme, mas de certa forma é um participante de nossa família de Jaguares.
São muitos os casos de Mestres e Ninfas que imaginam como será suas entidades e quando pede a Vilela que os pinte, corresponde ao que é pintado.
O Trino Ajarã afirmou que uma das situações difíceis de resolver quando de sua ausência, pois como outorgar qualquer outro indivíduo mesmo possuindo as qualidades de um pintor, sendo que a condição de Vilela foi autenticado, validado pelos olhos da Clarividente. Há pessoas que tentam pintar nossas entidades arriscando em criar expectativas nos outros , no que é bastante delicado .
Vilela tem um tipo de conexão mediúnica, cuja sensibilidade atravessa as faixas daquilo que conhecemos e coloca em tela ou mesmo através da tecnologia de computadores a figura das entidades, as quais passam a ser uma referência de ligação do médium com seus mentores.
É bom salientar que em nossa doutrina não há adoração de imagens, acreditamos na veiculação de energias, as  quais, migram, viajam nesse imenso universo formando um ponto de emissão e captação de energia, além de proporcionar uma certa clama aqueles que buscam um espiritual em sua missão.
            Fica também o alerta também que consideremos aqueles que ainda mantém a essência doutrinária da Clarividente, pois a medida que o tempo passa, esses valores vão diminuindo e nossa doutrina corre o risco de ser alterada.

Gilmar
Adjunto Adelano
Janeiro-2013