AS ENERGIAS NOS TEMPLOS DO AMANHECER




            Salve Deus!
            Ao chegar ao templo vindo de um mundo profano, penetramos no sagrado mundo de Koatay 108. A personalidade transitória cede lugar a individualidade transcendente, prevalece para o verdadeiro missionário o espirito cristico, sua condição de medianeiro, receptor e emissor de partículas atômicas condensadas em individualidades das mais variadas gamas evolutivas o conduz. O médium ativa os três reinos de sua natureza lançando mão de chaves especificas cuja função e ativação de sua natureza espiritual fazendo o transformar-se , onde suas funções biológicas dão lugar ao mundo metafisico da mediunidade.
            Sua percepção espiritual acentua-se; os canais mediúnicos estabelecem uma ligação a partir do momento em que ele se mediuniza e chegando diante da presença divina na Pira suas mãos antenadas com este eterno conecta-se com as estações de Tapir para o continuo fluxo de energia emitida pela corrente indiana do espaço. É o homem iniciático potencializado por suas heranças, e essas em determinados rituais, cuja função e determinar um quantum energético rompendo a barreira do tempo e espaço, o tempo funde em passado e presente.
 A centelha extra etérica , segundo o próprio tônus do médium para aquela roupagem, aquele tipo de reajuste são reunidos para que individualidades que ainda estão ligadas por laços de cobrança possam receber o magnético animal e a consequente transmutação da força e serem trabalhados modificando fluidicamente sua constituição molecular.
Essa situação ocorre numa fração de tempo muito pequena, pois a velocidade que estas partículas na forma de individualidades  condensadas seja na forma de espíritos iluminados e ou sofredores , viajam no tempo a velocidade imensuráveis por nós, alterando a percepção do tempo e  espaço.
Em nossa doutrina estamos a lidar com esses fenômenos sem nos apercebermos dele. O templo é uma imensa usina de força que altera, transforma, transmuta as energias tanto espirituais quanto físicas.
Quando o médium com sua estrutura biológica se o ,  energiza, muda seu plexo e o torna iniciático, coloca-o numa espécie de condição que facilmente muda sua condição para emissor e receptor dessas forças, seu centro nervoso ativado através de impulsos elétricos gerados pela atividade cerebral , segundo sua mediunidade facilita essa ligação com espíritos que encontram num estado de forma de energia manipulada. Nessa condição ao entrar em semi transe, no caso do médium de incorporação seu sistema circulatório e respiratório favorecem a formação do ectoplasma , essa forma de energia condensada, alimenta e até cria fenômenos curadores.
            No trabalho de tronos, há toda uma gama de heranças cuja função é receber individualidades ou entidades que estão  vibrando na  mesma frequência daquele trabalho. Somar-se à essa situação os pacientes,o Presidente do dia, o comandante do setor , cuja situação na ação da cura desobsessiva é tratada previamente no mundo espiritual para que nada se perca.
            As falanges missionárias em suas cortes aliviam o magnético pesado oriundo dos restos das cargas negativas retiradas pelos doutrinadores, assim como  o próprio miasma das impregnações dos sofredores resultante das elevações.
Quando um Doutrinador faz uma puxada de sofredor começa uma incrível junção das forças de integração, desintegração e reintegração de moléculas dos espíritos que por ali passam. Nessa condução, elevação de plano físico ao nêutron, legião de espíritos se postam como enfermeiros em uma unidade hospitalar procurando amparar essas individualidades que padecem dessas moléstias espirituais.
O grande diferencial de nossa doutrina é justamente esse suporte que é dado aos sofredores quando passam pelo processo de ultrapassarem o nêutron, dessa forma haverá sempre uma entidade aguardando nos planos espirituais para conduzir aquele espirito aos hospitais , casas transitórias e abrigo espirituais.
Há todo um processo  que é gerido por entidades com alto processo evolutivo, não esqueçamos , que nossas entidades tem outras roupagens ou forma de apresentação. Podemos afirmar que podem assumir formas diferentes, segundo a necessidade ou plano que se apresentam. Portanto, o mesmo Tiãozinho, o caboclo mato-grossense ,é  também Stuart um engenheiro sideral, responsável por instrumentos de modificação da estrutura corporal de nossos mentores. Essas individualidades em  sua condição física , carregada densamente de uma matéria que Tia Neiva não especificou, cujo magnético, não podemos suportar, passam por esse “portal”, ou “portão interdimensional”, cuja função de desmaterializar, tornar etérico, essas individualidades as quais vem nos assistir. Elas utilizam imensos veículos interdimensionais, os quais, Tia Neiva denominou Amacês, Chalanas, que atravessam o universo em velocidades espantosas. Se imaginarmos que o planeta Capela, (se for o que Tia Neiva descreve), está distante quarenta e cinco anos luz da Terra, então para que os mentores partam em nosso auxilio, se estiverem na velocidade da luz, demorariam 45 anos para chegar e mais 45 anos para voltarem.
 Então nossos mentores encontraram ou conhecem, detem um conhecimento altamente avançado em termos de viagem no espaço. Outro fato técnico bastante interessante é que, segundo Einsten, a medida que a velocidade aumenta e essa chega a um ponto tão rápido, que estas viagens mudam o estado do  tempo como nós o conhecemos.
            Nós, médiuns dessa doutrina, ainda não entendemos o bailar das forças  que se faz mantidas e movimentadas através de todo nosso sistema doutrinário.
Tudo é energia, toda a movimentação de nossos trabalhos faz-se através desses recursos. Começando pela Corrente mestra que é uma trança luminosa que vai do Pai Seta Branca até o randy. Chega através da Pira, energiza, alimenta  o plexo de nossos médiuns e em,  uma velocidade imensurável numa movimentação elíptica leva até os mundos encantados ou dimensões a energia pesada de nossos trabalhos e voltando novamente em luz pura. Ela manipula e é manipulada por nossos médiuns.
Como em uma imensa rede de computadores, as energias oriundas da estação de Tapir, são emitidas por sua torre, e recebidas, decodificadas, tratadas , transformadas para que os Templos do Amanhecer que estiverem na frequência correta recebam seu potencial de energia.
Estrelas candentes com seu potencial atômico, como usina de forças poderosas, são bases especializadas no recebimento das Amacê.
Nos esquifes é depositado o magnético animal extraído do plexo dos Doutrinadores e essas individualidades se alimentam deles. A capacidade da energia da cabala é tão precisa e intensa que ocorre uma mutação na estrutura do corpo daqueles sofredores que por ali passam, tornando os novamente com a condição de sentirem novamente seres racionais. Com as forças dos caboclos das sereias de Iemanjás e povo das cachoeiras , promovem essa cura. Esses espíritos, segundo Tia Neiva, não tem a condição de incorporar em nenhum médium tal é sua impregnação pesada.
            A conclusão é que ainda desconhecemos nosso acervo de forças, o manipular das mesmas e também com quem e o que estamos lidando....
            Perdemos a oportunidade de nos esclarecermos com Tia Neiva, hoje é o Doutrinador e sua doutrina.......
Adjunto Adelano
Novembro 2012