15 de NOVEMBRO DE 1985


15 de NOVEMBRO DE 1985

                Salve Deus!
                E como se o silencio fosse rompido repentina e abruptamente a noticia espalhou-se com um relâmpago no céu!
                Tia Neiva desencarnou!
                A pequena cidade do Vale do Amanhecer que à muito já se acostumava com grande acontecimentos, calara-se diante do fato que todos esperavam de certa forma, pois a saúde de Tia Neiva havia se agravado, mas ninguém queria admitir. Médiuns do Brasil inteiro já começavam a se movimentar para despedir-se de sua mentora.
                Já algumas semanas a imprensa tinha feito suas pesquisas sobre quem iria comandar o Vale, rumores que a doutrina iria acabar, como ia ser o velório, tudo isso acontecendo ao mesmo tempo e finalmente o corpo da Clarividente chega ao templo.
A Pira que muitas vezes serviu  de santuário para que ele recebesse as forças para tantas consagrações, agora  servia de anteparo para que seu ataúde fosse colocado no ponto sagrado do templo.
Pouco a pouco a realidade dura fora sendo percebida por seus filhos Doutrinadores e Apará, e em meio a choros e mantras o tempo foi transcorrendo.
                Os quatros Trinos Presidentes classificados por ela dão entrevista e assumem sua real condição de mantenedores do sistema doutrinário implantado por ela.
                Visitantes ilustres apareceram, gente simples, pessoas que adotaram aquela sergipana como um referencial de vida ali estavam, seus médiuns fizeram uma espécie de honra e guarda na Pira, e os mantrans emitidos continuamente deram serenidade ao Templo.
                No domingo a tarde Gilberto,Carmém Lucia, Raul Oscar e Vera Lucia e o restante da família se fecham no templo para a ultima despedida.
Logo depois uma camioneta aproxima-se da porta do templo, em meios a muitas flores, muitas delas recebidas no dia de seu aniversário, cobrem parcialmente o esquife e Gilberto, seu primogênito  e conduz o corpo de sua mãe até o cemitério. O mantran Simiromba emitido com muito pesar, mas confiança foi emitido e encerra-se mais uma fase difícil na vida do Mestre jaguar.
                Os Trinos Presidentes assumiram a doutrina e o jaguar conseguiu vencer mais esta dificuldade. Na força aguerrida do Trino Ajarã a continuidade da doutrina foi conseguida.
                No seguinte no mesmo dia, os Principes começam um movimento na estrela para comemorar o primeiro  ano de desencarne de madrinha.
                Depois de alguns anos seu filho Raul Oscar também começa um movimento para todo 15 de novembro estar na estrela candente.
O Adjunto Cayrã Mestre Antônio Carlos(já desencarnado) fazia a semana de Koatay 108 no Templo Mãe.
                O desencarne de Tia Neiva, talvez tenha dado a ela a condição de estar silenciosamente entre todos os seus filhos. Porém ela estará naqueles que permitem que ela fale , possa intuir, orientar, e isso ela fará aqueles que seguem seus passos...
Gilmar
Adjunto Adelano