MAIS UMA HISTORIA DE PAI JOAQUIM DAS CACHOEIRAS



MAIS UMA DAS HISTÓRIAS DE PAI JOAQUIM DAS CACHOEIRAS

            Salve Deus!
            Outro dia fizeram-me uma pergunta interessante! Como é que se incorpora, o médium finge? Como é que ele fala?
            Para compreender o processo da incorporação é necessário lançar mão da técnica e até da ciência para tentar compreender esse processo. É necessário lançar da fisiologia para entender um pouco dessa mecânica da incorporação!
            O sistema circulatório e respiratório é de vital importância para o ser humano, além de manter as células vivas , propiciam o intercambio de nutrientes entre as mesmas. No movimento da circulação do sangue pelo coração e pulmão , fisicamente ocorre a transformação de sangue venoso em arterial e as células levam até o cérebro oxigênio que mantém os neurônios sempre ativos e funcionante.
            O médium de incorporação, quando no processo do transe, a irrigação sanguínea é intensificada na região do plexo solar,uma região acima do umbigo. Com  isso,o cérebro deixa de receber uma certa quantidade de sangue, diminui a oxigenação é o mestre entra em transe. No Doutrinador esse processo é inverso.
            Já a nível espiritual ou técnico mediúnico, o médium se liga as entidades comunicantes através de canais energéticos específicos, e este , segundo sua condição e evolução ou sintonia mediúnica, é o intermediário, o medianeiro entre o céu e a Terra , permitindo que a entidade “utilize” as partes psicológicas e físicas do médium.
O médium , na grande maioria dos casos, não perde a consciência, ele não é tomado por essas individualidades, sua parte conscencional  fica ativa, muito embora, ele não consiga interferir na conduta da entidade ou individualidade manifestada.
Enquanto a entidade está comunicando, agindo o médium normalmente tem condições de ouvir o que a mesma está comunicando. Nessa ação ele (o médium), consegue pensar em sua vida, suas coisas, havendo, portanto uma dissociação  entre o que o médium pensa e o que a entidade comunica.
Resumindo, não há  interferência por parte do médium na comunicação da entidade, pois a comunicação é automática, não possibilitando ao médium pensar no que deve ser dito.
            Mas voltando ao episódio do Pai Joaquin das Cachoeiras....
            Depois de atender todos os pacientes, o Doutrinador resolve sentar se e conversar com o Preto velho.
Depois de tirar todas as suas dúvidas, o Doutrinador dispara uma daquelas perguntas chamadas de saia justa!
            Pai Joaquim gostaria de lhe perguntar uma coisa?
            Salve Deus meu filho! Pergunte- Responde Pai Joaquim das cachoeiras.
            O Senhor como Preto fala todas palavras tão certinhas., porque o faz assim sendo o Senhor um Preto Velho?
            Pai Joaquin naquela sua paciência ...responde!
            -Salve Deus meu filho!!
            Se vos ze zagradar, o ze Preto veio ,fala ao zefio do zeito que ze fio queiser!!!
            Bom final de semana a todos!!!!
            Gilmar Adjunto Adelano
Outubro2012