ANGICAL






           
                                                     ANGICAL
Salve Deus!

            Nossa doutrina tem características próprias de seus termos únicos, e os rituais iniciáticos implantados pela Clarividente podemos afirmar com imensa certeza  que estamos preparados para enfrentar as situações complicadas as quais fomos preparados para vencer.
            Mas ela nasceu puramente evangélica,ou pelo menos, nos primeiros anos de sua formação e execução esta era sua condição evangélica. Quando dos primeiros sinais de clarividência de Neiva Chavez Zelaya,para ela de formação católica, era todo imensamente novo e estranho. Na Cidade Livre do Núcleo Bandeirante na década de cincoenta ela encontraria Mãe Neném. Esta com conhecimentos na linha kardecista iria auxiliar e encaminhar Neiva para entendimento do que lhe aconteceria a nível da mediunidade e missão.
            Partem para a Serra do Ouro,um local entre Alexânia e Brasília e ali fundam a UESB(UNIÃO ESPIRITUALISTA CRISTÃ SETA BRNCA). E naquela Serra em meio a tantas descobertas  e provas da espiritualidade, a então Irmã Neiva,reúne seus companheiros de jornada todas as noites e contava-lhes histórias. Mas na verdade essas histórias e os fatos nela contido, eram os acontecimentos que logo iriam se concretizar. Nesta época um espírito começa sua manifestação. Seu nome era Palminha. Sua alegria e vibração contagia a todos os moradores daquela serra;logo depois assume sua roupagem que até hoje conhecemos...Tiãozinho! Assim nasce o Angical,um trabalho que visa colocar cobrador e cobrado juntos numa força especial,como se fosse uma imensa festa para acertarem suas dívidas transcendentais. Hoje para que haja o trabalho de Angical é necessário que o Templo tenha corrente mestra ativa,funcionante. Junta-se a força da  corrente evangélica e a energia do plexo do Homem iniciático para conduzir espíritos que ainda se encontram perdidos nos corredores do tempo.
            Neste trabalho,cujo funcionamento é muito simples não há a necessidade de ionização do médium Apara. Também para aqueles que estão na abertura do trabalho não também a necessidade de preparação na pira. Mas, para aqueles que chegam depois da abertura há a necessidade da preparação. Esta é realizada somente na frente da pira,sem a necessidade de realizar o cruzamento pela mesa evangélica. Também não há encerramento,pois o trabalho continuará quando os mestres adormecerem. No plano espiritual ele reencontra com os espíritos que passaram por ele e através dele para continuar a doutrina.
            Entre as colocações interessantes que sempre se faz em relação a doutrina ,ou a forma de doutrinação dos sofredores neste trabalho,podemos afirmar que ela é  a doutrina de coração,ou seja, aquela cujas palavras impregnadas do ectoplasma do médium estejam contidas de verdade ,sinceridade e amor. Temos que considerar há toda uma preparação de ambos os lados para que naquele trabalho cobrado e cobrador possam se reencontrar. Os mentores não iriam trazer um cobrador que não tivesse condição, primeiro do Apara incorporar e outra do Doutrinador realizar a doutrina. Aquele espírito conhece tanto o Apara e o Doutrinador,mais que a eles mesmos. Pois o mesmo vive numa região sem tempo e espaço, e conhece as vidas passadas daqueles médiuns. Uma doutrina prolongada carece de uma quantidade amior de ectoplasma,para nutrir,suprir aquele espírito que ali está,no que pode cansar o médium apara e tirar a própria sintonia do doutrinador. Na verdade a doutrina realizada no trabalho de Angical é esclarecedora,aquele sofredor se encontra com seus sentidos deturpados,sua condição de entendimento ainda é precária,portanto não se deve esperar que um espírito nesta condição aceite de bom grado e inteiramente a doutrina “falada” naquele trabalho. O sofredor tem todo direito de falar o que quiser,pode inclusive mentir ou criar histórias fantasiosas para deixar os médiuns sem seu referencial doutrinário. O importante acima de tudo é desimpregnação,a troca de fluidos entre os médiuns e o espírito ali manifestado,a limpeza das impregnações pesadas,as quais tornarão o corpo espiritual daquele espírito menos densa,para que possa ser feita sua elevação aos hospitais.
            Resumindo: O trabalho de Angical é uma condição especial que Pai Seta Branca nos permite no ressarcimento de nossas dividas transcendentais, mas é necessa´rio sinceridade de propósito e verdade doutrinária. Como disse Jesus: “pode um cego guiar a outro cego?”, Primeiro temos deixar nos venha primeiro para depois tentar iluminar o caminho de outros...
            É nossa doutrina... A Doutrina de uma só mãe. A mãe do doutrinador...

 Gilmar
Ad Adelano